Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Direção por pinhão e cremalheira ou por setor e rosca sem fim?

Muito popular décadas atrás, a direção por setor e rosca sem fim foi substituída pela do tipo pinhão e cremalheira

Por Redação Atualizado em 3 Maio 2021, 16h21 - Publicado em 11 nov 2016, 17h58

Ford Maverick GT Ford Maverick GT

Nas fichas técnicas, a direção é sempre por pinhão e cremalheira. Existe outro sistema? – Glauco Melo, São Paulo (SP).

Sim. Além do sistema de pinhão e cremalheira, que é usada pela maioria dos veículos produzidos atualmente, existe também o do tipo setor e rosca sem fim, muito usados nos automóveis antigos como Fusca, Opala, Maverick e alguns outros modelos americanos.

Nesse tipo de caixa de direção, uma rosca sem fim engrena-se com um setor dentado. O movimento circular do volante muda de direção para acionar o braço de saída da caixa, chamado braço Pitman, que por sua vez esterça as rodas por meio das barras de direção.

No passado, sua grande vantagem era permitir maiores relações de redução, favorecendo sua utilização em veículos mais pesados, como caminhões. Esse tipo de direção também oferecia boa robustez.

Já a caixa do tipo pinhão e cremalheira possui menos elementos. Ela é constituída basicamente de um pinhão e de uma cremalheira engrenados permanentemente.

O pinhão é acionado pelo volante, e as barras de direção saem diretamente das extremidades da cremalheira mediante articulações esféricas, resultando num arranjo simples e bem mais preciso, com menos folgas.

Continua após a publicidade

Publicidade