Posso comprar um carro no Paraguai e rodar com ele por aqui?

Para fazer isso, é preciso todo um processo de regularização - incluindo o pagamento de taxas

Shopping center e carros importados

Se eu comprar um carro no Paraguai ou Argentina, posso rodar com ele por aqui? – Wesley Brizola, Campo Mourão (PR)

Não. A nossa legislação proíbe que um cidadão brasileiro compre um automóvel no exterior e dirija ele normalmente no território nacional sem que passe pelo processo formal de importação. No caso de uma blitz de trânsito, o veículo ficaria retido até a regularização da documentação e o pagamento das respectivas taxas aduaneiras.

Mesmo que o comprador brasileiro opte pela importação, ainda há algumas limitações: a lei só autoriza importar veículos zero-quilômetro ou modelos antigos com mais de 30 anos de fabricação para fins culturais e de coleção.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Bruno Raggi Gomes

    .

  2. Thiago Garcia de Lima

    A matéria está incompleta à meu ver. Você pode rodar aqui se fizer cidadania paraguaia ou seja, será brasileiro porém com residência no Paraguai também, e terá que fazer um documento tipo uma liminar para que possa rodar com o carro até que saia decisão do STF sobre a legalidade do uso de automóvel com placa estrangeira para quem tem duplo domicílio e dupla cidadania.