Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

O etanol pode formar borra no tanque de combustível?

Etanol tem água e oxigênio, o que pode proporcionar uma proliferação de bactérias dentro do tanque de combustível. E aí está formado o caos!

Por Leonardo Barboza 8 jan 2022, 09h53
Gostaria de saber que tipo de borra se forma no tanque de combustível ao usar etanol por muito tempo.

Rafael Vasconcelos, São Caetano do Sul (SP)

Segundo o engenheiro Everton Lopes, da SAE Brasil, a formação de borra no tanque de combustível com etanol é um evento raro, mas quando ocorre está associado a diversos fatores. 

Aqui vão alguns exemplos: envelhecimento do combustível por ficar meses parado; nos veículos mais antigos, contato com materiais como ligas de alumínio; e aumento da quantidade de água no combustível em função da alta higroscopia do etanol (capacidade de absorver água do ambiente).

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

“O etanol tem oxigênio e água em sua composição, o que favorece o ambiente adequado para proliferação bacteriana”, diz Everton. “É essa a composição que resulta na borra”, afirma o engenheiro.

Na prática, porém, o etanol é um combustível mais limpo.

O etanol tem uma capacidade maior do que a gasolina comum para manter os bicos injetores limpos, considerando os veículos com motor flex. Por isso, o efeito do álcool se aproxima ao da gasolina aditivada.

Continua após a publicidade

Segundo Alfred Szwarc, consultor da União da Indústria da Cana de Açúcar (Unica), o combustível vegetal tem propriedades solventes e seu uso frequente ajuda na limpeza dos bicos desde que o combustível seja de boa qualidade, seja ele puro ou com gasolina (não importando a proporção), incluindo aí a gasolina do tipo C (comum), que já tem mistura de etanol na proporção de 27%.

Frasco com etanol no Laboratório de Análise do CTC

O problema é quando o consumidor abastece com combustível adulterado. No caso do etanol, o mais comum é que seja adicionado àgua para aumentar o volume.

Além da perda de rendimento pelo fato de a água não ser um combustível, o uso de água não destilada (ou seja, da torneira) leva para o tanque compostos como cloro e sódio, que podem gerar resíduos e corrosão no sistema.

Por isso, a recomendação é sempre procurar por postos de bandeira conhecida e desconfiar de combustível barato demais.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Quatro Rodas 753 janeiro 2022 (1)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.


a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo de QUATRO RODAS. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês