Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Higienizadores de ar-condicionado

Eles resolvem o mau odor do sistema do carro

Por Fernando Garcia Atualizado em 22 abr 2021, 16h57 - Publicado em 30 mar 2014, 20h57

especialista especialista

Em épocas de calor intenso, nada melhor que ligar o ar-condicionado do carro… até surgir logo um cheiro desagradável e azedo. É o sinal claro de que o sistema está infectado com bactérias e fungos. A solução mais simples e rápida nesse caso é apelar para os produtos de limpeza do condicionador de ar, vendidos em hipermercados e lojas de acessórios automotivos.

Entre as diversas marcas, escolhemos três das mais conhecidas do tipo sonda, no qual há uma mangueirinha que é colocada na saída de ventilação do veículo. Eles foram testados em três carros: Honda Fit, Renault Clio e Fiat Palio. “Todas as marcas têm poder de limpeza semelhante, mas também são inflamáveis. Por isso, é preciso cuidado na aplicação, como a inserção do prolongador, que deverá ser instalado bem no fundo dos difusores de ar para não vazar”, explica Ismael Elias de Abreu, com 25 anos de experiência em manutenção de ar-condicionado automotivo. “Dessa forma, evita-se o risco de manchar ou danificar o painel e aparelhos eletrônicos como rádio e sistemas multimídia.”

O ESPECIALISTA

Ismael Elias de Abreu, 46 anos, empresário. É dono da Abreu Ar Condicionado, especializada em limpeza e higienização, e membro da PNUD, órgão da ONU que luta para banir produtos com CFC.

O USUÁRIO

Kleber Rossano, 30 anos, comerciante. Dono de um Honda Fit, não abre mão do uso do ar-condicionado, que faz questão de manter sempre em ordem.

AVALIAÇÃO
Green (200g) ESPECIALISTA USUÁRIO(A)
A escolha do ESPECIALISTA

R$ 20

NOTA: 9 NOTA: 9,5
redegreen.com.br “Aplicação simples e profunda limpeza, igualzinho aos outros. Possui forte cheiro de álcool na hora da aplicação. Logo depois, porém, deixou uma agradável e suave fragrância de lavanda. Pena que sumiu mais tarde.” Pró: instruções fáceis de ler. Contra: foi o único que não deixou um perfume no ar algumas horas depois do uso “Gostei mais deste por ter o melhor cheiro, apesar da prevalência do álcool. após 4 horas da aplicação, notei que ele conseguiu eliminar o cheiro ruim que estava impregnado no carro.”
Tecbril (210g) ESPECIALISTA USUÁRIO(A)
R$ 24,90 NOTA: 8,5 NOTA: 8,5
http://www.tecbril.com.br “Limpou tão bem quanto os demais. apesar de também ter aroma de lavanda, ele deixa um cheiro forte de sabonete. Quatro horas depois, ele ainda podia incomodar um pouco os olfatos mais sensíveis.” Pró: tem instruções ilustrativas que são fáceis de entender. Contra: rótulo roxo com letras pretas dificulta leitura do texto “O aroma é mais adocicado e forte, lembrando o de tabaco holandês, achocolatado. depois de algumas horas aquela fragrância foi sumindo, mas ainda achei mais forte que a do Green.”
Radnaq (130g) ESPECIALISTA USUÁRIO(A)
R$ 19,85 NOTA: 8 NOTA: 9
radnaq.com.br “É igual ao Green e Tecbril na facilidade de aplicação e no poder de limpeza. a diferença ficou só por conta do cheiro, mais enjoativo, que só desapareceu depois de 6 horas.” Pró: instruções bem visíveis e fáceis de ler. Contra: tempo mínimo de espera de 6 horas para usar o ar, contra 90 minutos dos demais “A aplicação é simples, porém o cheiro é mais acentuado e persistente em relação ao Green e mais suave comparado ao da Tecbril. É preciso esperar no mínimo 6 horas antes de utilizar o carro.”
Continua após a publicidade

Publicidade