Entenda os níveis de proteção dos blindados no Brasil

O padrão do mercado é o nível III-A, que protege contra qualquer arma de mão, mas há blindagens mais simples, que custam 50% menos

Blindados: níveis de proteção Proteção contra tiros de fuzil? Não no Brasil

Proteção contra tiros de fuzil? Não no Brasil  (/)

Quando se fala de blindagem, no Brasil, logo surge um padrão: o nível III-A representa mais de 90% dos carros que saem das blindadoras. Apesar de haver outros níveis mais baratos (veja tabela abaixo), o III-A é o preferido, pois suporta tiros de qualquer arma de mão, mesmo as mais poderosas, como uma pistola calibre 9 mm – também utilizado em submetraladoras) ou um revólver .44 Magnum.

Isso permite que o motorista tenha certeza de que sairá ileso de qualquer assalto em situação de trânsito. Mas o custo é alto: na média, peso adicional de 150 kg em um sedã médio e preço a partir dos R$ 50.000.

Mas há opções mais baratas. Fornecida pela DuPont, a Armura é o exemplo mais conhecido de blindagem nível I. Segundo a empresa, ela adiciona só 90 kg e é até 50% mais barata. Além disso, as calhas dos vidros são as originais, devido à menor espessura dos vidros, e não há o risco da delaminação.

O problema é que o carro só pode encarar calibres .22 e .38, restritos aos revólveres menos letais. Se é verdade que é suficiente para a maioria dos assaltos comuns, por outro significa que o motorista precisar estar apto a identificar o tipo de arma na hora da abordagem.

Além dessas, há as blindagens II e II-A, que raramente são oferecidas nas blindadoras, e outras duas, superiores. A nível III tem uso restrito (só com autorização especial do Exército) e suporta tiros calibre 7.62 de fuzis FAL, AR-15 ou AK-47, enquanto a nível IV, proibida no Brasil, é capaz de resistir a granadas e calibres de uso militar, como o 12.7 mm (também conhecido como .50).

Lançada em maio, há ainda a tecnologia Udura, que não é uma blindagem completa, mas um composto balístico para ser usado na parte opaca. De acordo com o fabricante, ele é um fio de aramida baseado na fibra de carbono, que seria 20% mais leve que as mantas tradicionais.

Níveis de blindagem
Nível I Nível II e II-A Nível III-A Nível III Nível IV
.22 (revólver) X
.38 (revólver) X
9 mm (pistola) X
357 Magnum (revólver) X
.44 Magnum (revólver) X
9 mm (submetralhadora) X
7.62 mm (fuzil) X
12.7 mm (metralhadora pesada) X
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s