Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

É possível quebrar o para-brisa de um carro com um tapa?

Pedras conseguem fazer isso, mas é possível trincar ou quebrar um vidro com a mão?

Por Leonardo Barbosa
Atualizado em 16 jul 2022, 10h12 - Publicado em 16 jul 2022, 10h11
É possível trincar um para-brisa ao bater nele com a palma da mão?

Maristela Palazolo, São Paulo (SP)

As seguradoras de veículos conhecem bem o problema da violação de veículos com quebra dos vidros que ocorre, normalmente, com o uso de artefatos que facilitam a ação.

Segundo a fabricante de vidros Saint–Gobain Sekurit, a resposta a esta pergunta depende de se entender diversos fatores como a intensidade do impacto, que pode variar em razão da força de quem aplica o golpe (homem, mulher, adulto, criança) e em função do tipo de vidro e da região em que ocorre o choque.

A empresa explica que cada vidro possui características específicas (desenho, geometria), que resultam em diferentes propriedades (tensões superficiais, resistência ao longo da superfície) – principalmente após a instalação no veículo, onde depois de colado ele passa a fazer parte integrante da estrutura.

Os vidros devem atender padrões de resistência preconizados nos projetos dos automóveis e também em normas de certificação internacionais, mas isso não garante proteção contra a violência e a criminalidade.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.