As oportunidades dos leilões de automóveis

Quer comprar um carro com até 30% de desconto? Os leilões podem ser o caminho - mas exigem cuidados

Leilão de automóveis

Apesar de não serem muito lembrados na hora de trocar de carro, os leilões podem, sim, render bons negócios. A maioria dos compradores acredita que ali só é possível comprar veículos rodados de frota, batidos ou recuperados de financiamento que dariam dor de cabeça.

Porém, com certos cuidados e atenção, é possível comprar carros em ótimo estado com até 30% de desconto. O segredo, para quem entende do assunto, é saber como avaliar as condições do carro e fugir daqueles que vieram de seguradoras como sinistrados.

Antes frequentado apenas por empresas, os leilões de carros estão recebendo mais consumidores comuns. Segundo leiloeiros, cerca de 20% dos arremates são feitos por pessoas físicas – quatro vezes mais do que há cinco anos.

O paulistano Leandro Cesar do Nascimento, 29 anos, na hora de trocar de carro foi a um leilão e arrematou um Honda Fit 2013. “Comprei o carro por R$ 24.000. Na tabela FIPE ele custava R$ 40.000 e gastei pouco para arrumá-lo. Pra mim valeu muito a pena.”, conta Leandro.

Porém, ele não teve a mesma sorte ao comprar um City EX 2012 sinistrado. “Comprei por R$ 29.400 e na tabela ele estava R$ 54.000, porém gastei muito para consertá-lo – mais de R$ 15.000 – e mesmo assim o carro não ficou em perfeitas condições”, diz Leandro, que após a experiência não pretende mais comprar veículos sinistrados e só fecharia negócio em carros de frota ou mesmo zero km que tiveram alguma avaria no transporte.

HB20 2013

Segundo os leiloeiros, para fazer um bom negócio, basta seguir algumas dicas, como preferir os modelos mais novos e ficar atento para encontrar os leilões de renovação de frota de montadoras ou mesmo de modelos zero-quilômetro que sofreram avaria durante o transporte.

“Os carros de frota são as melhores oportunidades do mercado de pregões, pois são modelos revisados e em ótimo estado de conservação, além de serem bem novos”, diz o leiloeiro Ronaldo Milan, que já atua no mercado há 27 anos, vende cerca de 5.000 automóveis por mês e tem entre seus clientes a Ford e a Citroën.

“Nessa categoria de leilão, o número de compradores particulares aumenta bastante, mas nos pregões de veículos recuperados de financiamento os clientes são os lojistas”, diz Milan, que acredita que as pessoas se consideram em desvantagem em relação ao lojista pela pouca experiência.

“Na verdade, ele leva vantagem na compra por não ter que trabalhar com margens de lucro altas, como as do vendedor.” De acordo com Milan, a média de desconto é de cerca de 20% para modelos entre 2008 e 2011 e de 30% para os fabricados antes de 2007.

Captiva 2011

Nos leilões, não é permitido ligar o motor por motivo de segurança. “Já enfrentamos roubos por disponibilizar a chave”, afirma Jordão Boyadjian, presidente do sindicato dos leiloeiros, que garante que as grandes empresas informam a avaria mecânica e descontam do valor total ou devolvem o dinheiro caso o motor esteja fundido.

Apontada como a maior empresa do setor no país, a Sodré Santoro acredita que o início dos leilões online em tempo real permitiu uma participação maior do cliente pessoa física. “Creio que ela deve aumentar com a facilidade da operação”, afirma Luiz Fernando Santoro, leiloeiro da empresa, que já vende mais veículos pelo sistema online que na modalidade presencial.

Corolla 2011

A Superbid, umas das pioneiras nos pregões online, diz que 70% dos interessados são pessoas físicas. Esse cenário se explica pelo fato de ela trabalhar com carros de renovação de frota de grandes empresas. “Cerca de 95% dos carros vendidos são negociados pela internet”, afirma Pedro Barreto, diretor de marketing da Superbid.

Leilões de automóveis

POP HITS

Alguns modelos são os mais procurados nos leilões, seja pelos lojistas, seja pelos compradores particulares. Entre eles estão os chamados populares, que, além de serem mais em conta, são os que têm ótima liquidez: Celta, Palio, Gol e Ka. A casa de leilões Sodré Santoro afirma que as picapes médias também fazem bastante sucesso, em especial a Toyota Hilux.

SERVIÇO

Para se dar bem em leilões

  • Verifique as condições do automóvel pessoalmente, de preferência com um mecânico de sua confiança.
  • Cheque rigorosamente a situação do veículo (multas, dívidas, pendências e procedência) e informações técnicas.
  • Antes de dar lances, veja se o preço é mesmo atraente e se não há garantia. Evite carros com mais de seis anos.
  • Evite comprar carros para fazer reparos.
  • A maioria dos leilões cobra uma taxa de 5% sobre o preço do arremate e taxa administrativa de até 300 reais. Faça essa conta antes de dar seus lances.
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. I have checked your page and i’ve found some duplicate content, that’s
    why you don’t rank high in google’s search results, but there is
    a tool that can help you to create 100% unique content, search for:
    SSundee advices unlimited content for your blog