Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Volkswagen Golf 1.0 e 1.4 TSI saem de linha por causa do T-Cross

Somente versão GTI continuará a ser ofertada; marca promete alternativa híbrida ainda este ano

Por Rodrigo Ribeiro
Atualizado em 27 mar 2019, 20h09 - Publicado em 27 mar 2019, 19h47
Volkswagen Golf GTI
Agora dá para ter qualquer Golf, desde que seja o GTI (Christian Castanho/Quatro Rodas)

“O novo Golf 1.0 ou 1.4? Ter, a gente até tinha, mas acabou-se tudo.” O trocadilho é péssimo, mas essa frase poderia ser dita por qualquer concessionário Volkswagen, já que agora só o Golf GTI é fabricado no Brasil — conforme antecipado pelo site Autos Segredos e confirmado pela Volkswagen.

A saída de cena das versões Comfortline e Highline ocorre menos de um ano após a geração atual ter passado por sua primeira reestilização.

Triste fim: do trio da foto, só sobrou o Cruze Sport6 (Christian Castanho/Quatro Rodas)

A despedida do hatch do Brasil, que já havia sido adiantada pelo então presidente da marca há dois anos, não ocorre só por conta da queda do mercado de hatches médios.

Continua após a publicidade
O novo Golf deverá vir ao Brasil, mas só importado (Reprodução/Carscoops/Internet)

Além de vender pouco (foram só 3.070 unidades em 2018, ante as 69.584 do Polo), o Golf passou a sofrer concorrência doméstica. A pá de cal veio com a chegada do T-Cross, que usa os mesmos motores e câmbio do hatch, mas com mais apelo mercadológico – afinal, é um SUV – do que a sétima geração do veterano.

Segundo a Volkswagen, a mudança se dá também pela simplificação da gama da empresa. O Fox, por exemplo, foi reduzido a só duas versões, o Up! perdeu a versão de entrada Take e o Gol tem apenas uma versão, com motores 1.0 e 1.6 – esta com opção de câmbio automático.

Híbrido e gringo

Golf GTE: mostrado no Salão, chega ainda este ano (Renato Pizzutto/Quatro Rodas)

Esse, no entanto, não é o fim do Golf no Brasil. A versão GTI, que parte de R$ 149.290, continua a ser produzida em São José dos Pinhais (PR). A Volkswagen também afirmou que irá trazer ao país a variante esportiva híbrida plug-in GTE que, apesar de importada, pode ser posicionada abaixo da GTI por conta dos benefícios fiscais.

A alternativa importada deverá ser a solução da marca para trazer a oitava geração do Golf no Brasil. O modelo estreará até um novo logotipo, mas não será fabricado no México e nem no Brasil. Por conta disso, são grandes as chances da VW ter por aqui somente as alternativas mais caras, para atender a clientes de nicho.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.