Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Novo regime automotivo é revelado

Marcas deverão investir no país; autos serão mais econômicos

Por Márcio Murta
Atualizado em 9 nov 2016, 12h05 - Publicado em 4 out 2012, 13h03
mercado

O governo publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, os detalhes do novo regime automotivo, que vigorará entre 2013 e 31 de dezembro de 2017. Chamado Auto-Inovar, seu principal objetivo é estimular as pesquisas para o desenvolvimento e produção de automóveis mais modernos, seguros e que causem menos danos ao meio ambiente, através da concessão de créditos de IPI.

As marcas que desejarem obter o crédito deverão seguir uma série de normas e investimentos no Brasil. O crédito de cada marca será cedido de acordo com os gastos realizados mensamente para a aquisição insumos, equipamentos de ferramentaria, pesquisa, inovações tecnológicas e desenvolvimento, entre outros. Os descontos para automóveis e veículos comerciais leves serão de 130% para os investimentos feitos em 2013, 125% em 2014, 115% em 2015, 110% em 2016 e 100% em 2017.

Entre as exigências estabelecidas pela Auto-Inovar, está a diminuição do consumo de combustível médio, que deverá cair em 12,08% até 2017. Isso significa elevar as médias atuais para o patamar de 17,2 km/l com gasolina e 11,9 km/l com o etanol.

Continua após a publicidade

Além da melhoria na eficiência energética, fica estabelecido que as marcas que fabricam automóveis em território nacional terão que realizar seis das doze etapas da produção de automóveis no Brasil a partir de 2013, sete, a partir de 2014, e oito etapas entre 2015 e 2017.

Haverá também uma série de exigências para as empresas que comercializam automóveis no território nacional, mas não os produzem por aqui. A habilitação da Inovar-Auto só será cedida às empresas que importarem veículos mais econômicos (segundo os parâmetros atuais do decreto), realizar investimentos em pesquisa e desenvolvimento, engenharia , tecnologia industrial básica e capacitação de fornecedores correspondentes no país, além de aderirem ao Programa de Etiquetagem Veicular definido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e estabelecido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.