Assine QUATRO RODAS por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Lamborghini revela o Urus, SUV superesportivo de 650 cv

Movido por um motor V8 4.0 biturbo, utilitário (!!) vai de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos

Por Vitor Matsubara Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 9 jan 2018, 18h26 - Publicado em 4 dez 2017, 18h54
Urus sai de fábrica com tração integral (Lamborghini/Divulgação)

A Lamborghini finalmente apresentou o Urus. O segundo utilitário esportivo da história da marca (o primeiro foi o LM002) nasceu como carro-conceito no Salão de Pequim de 2012.

Desde então, a marca liberou vários teasers e poucas informações até confirmar (em 2013) seu lançamento para o fim de 2017.

Design do Urus segue as tendências de estilo dos superesportivos da marca (Lamborghini/Divulgação)
Curvatura do teto imita a dos superesportivos da marca (Lamborghini/Divulgação)

Eis que o final de 2017 chegou e o Urus definitivo finalmente dá as caras. É movido por um V8 4.0 biturbo – uma evolução do conjunto de oito cilindros em V utilizado em modelos da Audi e Bentley.

Futuramente, haverá uma versão híbrida do SUV.

O modelo compartilha plataforma com Porsche Cayenne e Audi Q7 (Lamborghini/Divulgação)

Com 650 cv e 86,7 mkgf de torque máximo, o Urus acelera de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e precisa de 12,8 segundos para ir de 0 a 200 km/h, segundo a Lamborghini. A velocidade máxima informada pela fabricante é de 305 km/h.

Motor V8 4.0 biturbo é uma evolução do conjunto utilizado pela Audi (Divulgação/Lamborghini)

A potência é levada às rodas por uma transmissão automática de oito velocidades controlada de forma eletro-hidráulica.

Continua após a publicidade

A divisão de torque entre os eixos é de 40/60, sendo que é possível transferir até 70% do torque para as rodas dianteiras e 87% para as rodas de trás.

Painel digital do Urus é idêntico ao Virtual Cockpit da Audi (Lamborghini/Divulgação)

São oferecidos seis modos pré-programados de condução: Strada, Sport, Corsa, Neve, Terra e Sabbia. Os três primeiros são voltados para pisos asfaltados, seja em estradas (Strada) ou pistas (Corsa).

Os outros três alteram a altura livre do solo e realizam outras modificações para trafegar na neve, terra ou areia (Sabbia). Há ainda um sétimo modo personalizável chamado Ego.

Distância entre-eixos é de 3,03 metros, mais do que o Porsche Cayenne (Lamborghini/Divulgação)

As linhas do Urus são obviamente inspiradas nos superesportivos da Lamborghini. Mesmo assim, o SUV é alto e imponente, medindo 5,11 metros de comprimento, 2,01 metros de largura e 1,64 metro de altura.

O SUV aproveita a plataforma de outros modelos do Grupo VW (Lamborghini/Divulgação)

A distância entre-eixos de 3,03 metros é maior do que os 2,90 metros do Cayenne e os 2,99 metros do Q7, indicando que o Urus deve ser mais espaçoso do que estes modelos. Seu peso é menor do que os 2.200 kg do Cayenne Turbo.

Continua após a publicidade
Urus tem 5,11 metros de comprimento e 2,01 metros de largura (Lamborghini/Divulgação)

O Urus é construído sob a plataforma MLB Evo, compartilhada com alguns utilitários esportivos do Grupo Volkswagen, como os novos Porsche Cayenne, Audi Q7 e Bentley Bentayga.

A cabine do SUV é bem acabada para um veículo de luxo, mas aproveita peças de modelos Audi, como o volante e controles de ar-condicionado.

Carro tem seis modos de condução, tanto para trilha quanto para pista (Lamborghini/Divulgação)

Chama a atenção o fato do Urus adotar a primeira geração do painel digital da empresa, ao invés de sua versão mais moderna, utilizada em modelos bem mais simples, como o recém-lançado Volkswagen Polo.

Cabine do Urus aproveita peças de modelos Audi (Lamborghini)

Durante o lançamento do hatch, executivos da VW destacaram que o painel digital do Polo, (chamado de Active Info Display) é uma evolução do Virtual Cockpit da Audi – este usado pelo Urus.

Urus foi concebido para mercados como Oriente Médio, Rússia e China (Lamborghini/Divulgação)
Urus pesa menos de 2,2 toneladas (Lamborghini/Divulgação)

A empresa alemã diz que a maior diferença é a opção de colocar imagens, como o mapa do GPS, integralmente na tela de TFT. Nos Audi – e, possivelmente, no Urus -, itens como velocímetro e conta-giros estão sempre aparentes.

Continua após a publicidade

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Os automóveis estão mudando.
O tempo todo.

Acompanhe por QUATRO RODAS.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.