Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Ora 03 Skin é mais completo e potente que Dolphin, por que vende menos?

Elétrico da GWM em sua versão de entrada, Skin, é superior ao BYD Dolphin ao oferecer tecnologias de auxílio ao motorista e um motor com 171 cv

Por Isadora Carvalho Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
9 jul 2024, 17h00

O GWM Ora 03 vendeu exatas 3.687 unidades no primeiro semestre de 2024 – o que o torna como terceiro elétrico mais vendido do Brasil, atrás de BYD Dolphin e Dolphin Mini. A pergunta que fica é: por qual o motivo o Dolphin vende mais que o dobro que o elétrico da GWM?

https://www.youtube.com/watch?v=x8TIHMazdHk

Convocamos a versão de entrada do Ora 03, a Skin, para uma avaliação completa em vídeo para responder essa questão. Nós já comparamos os dois elétricos rivais e foi o GWM que levou a melhor por oferecer um pacote de equipamentos mais completo e por ter um desempenho (bem) superior.

Antes de esmiuçar as vantagens e desvantagens do Ora, um breve histórico. O Ora 03 chegou por aqui em agosto de 2023, um pouco depois do início das operações da GWM no Brasil, que começou suas operações em março com a pré-venda do seu SUV médio, o Haval H6.

ORA x Dolphin
Ora 03 é mais arredondado e as lanternas embutidas no vidro traseiro dão personalidade (Fernando Pires/Quatro Rodas)

A questão é que os planos iniciais da marca chinesa não previam o lançamento de um modelo elétrico, afinal o SUV só traz versões híbridas (convencional e plug-in). Porém, após algumas clínicas e fortes movimentações no mercado, a marca rapidamente mudou de ideia e apresentou o Ora 03. Afinal, o rival BYD Dolphin foi lançado em julho do ano passado e a GWM não quis ficar sem oferecer um concorrente à altura.

Em design o Ora 03 tem personalidade, embora demonstre evidentes inspirações em Porsche, Mini e Fusca na dianteira. De qualquer maneira, é um estilo que agrada. Ostenta apenas o logo da linha Ora (um ponto de exclamação) e nada de GWM, assim como acontece com os Haval.

Continua após a publicidade

GWM Ora 03 Skin

Os faróis são full led e com facho alto automático, inexistente no rival. As rodas são de 18 polegadas – a mesma medida da versão GT, mas com desenho mais simples e retrô. O rival traz rodas menores, de 16 polegadas, que denunciam que se trata da versão mais barata. 

A traseira é o ponto alto do estilo e foge de qualquer comparação. Em destaque estão o nome do modelo e da marca, além das luzes de seta e ré no para-choque. As lanternas com as funções de freios e posição ficam embutidas no vidro traseiro e dispostas em três barras, e é um traço de design que faz com que o Ora 03 seja identificado de longe.

 

ORA x Dolphin

Continua após a publicidade

É no espaço do porta-malas que o Ora sai perdendo para o rival. São 228 litros, enquanto o Dolphin tem 250 litros. Na Plus, são 345 litros. O entre-eixos é de 2,65 metros – 5 cm menor que o Dolphin – e isso faz com que seu espaço interno seja menor, embora ainda generoso.

O Ora 03 tem interior mais sóbrio no desenho, mas as combinações de cores são mais chamativas e também cansativas, a longo prazo de convivência. É o caso do verde e branco quando a carroceria é da cor Azul Copacabana. 

ORA x Dolphin

Apesar disso, o GWM tem acabamento superior ao do BYD, com materiais melhores, mais porções emborrachadas e montagem mais refinada. Nele, tanto o quadro de instrumentos quanto a multimídia têm 10,25”.

Enquanto o Ora 03 traz conexão sem fio com Android Auto e Apple Car Play, o Dolphin, apesar de ser equipado com a moderna tela giratória, só tem pareamento wireless com smartphone com sistema operacional Android.

Continua após a publicidade
ORA x Dolphin
Interior do Ora 03 Skin é bem acabado e sóbrio no desenho, mas as cores podem cansar e o volante é muito grande (Fernando Pires/Quatro Rodas)

As listas de equipamentos de ambos seguem com grandes diferenças, em que o Ora 03 Skin leva ampla vantagem. Ambos têm ar-condicionado digital automático, chave presencial, câmera 360°, freio de estacionamento eletrônico, piloto automático e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

ORA x Dolphin
O espaço traseiro é generoso apesar de ter um entre-eixos menor que o do rival BYD Dolphin (Fernando Pires/Quatro Rodas)

Só o elétrico da GWM, porém, tem sete airbags (contra seis no BYD), cinco modos de condução (quatro no BYD) e mais três de direção. Só o Ora 03 Skin traz ainda um pacote completo de assistências para condução. Entre elas estão: piloto automático adaptativo, frenagem automática de emergência, sistema de permanência em faixa com centralização, leitura de placas de velocidade, além de alertas de pontos cegos, colisão traseira e de tráfego cruzado traseiro.

Desempenho superior

O Ora 03 Skin tem a mesma motorização da versão GT, topo de linha: são 171 cv e 25,5 kgfm, que o levam de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos (mais rápido que os 8,2 s do Fiat Pulse Abarth, por exemplo). Na autonomia, o modelo perde por pouco. Ele tem bateria maior, de 48 kWh, mas autonomia de 232 km, segundo o Inmetro. O Dolphin, com 44,9 kWh, tem alcance de 291 km.

ORA x Dolphin

Dinamicamente, o Ora 03 privilegia a esportividade com uma suspensão de ajuste mais rígido que, em conjunto com as rodas maiores, fazem com que as imperfeições do solo sejam mais sentidas pelos ocupantes.

Continua após a publicidade

Ele não chega, porém, a dar pancadas secas. E, se isso prejudica o conforto, também ajuda no prazer ao dirigir e na estabilidade. As acelerações empolgam e a direção é mais direta – mas um volante menor melhoraria a experiência.

GWM ORA 03 SKIN

O BYD Dolphin se consagra como o elétrico mais vendido do Brasil e o Ora 03 não tem esse resultado tão expressivo em vendas. E por isso a GWM começou a recorrer a estratégias para alavancar as vendas, como oferecer revisões gratuitas por cinco anos – como a BYD já disponibiliza.  

E há ainda recarga grátis durante 2024 em eletropostos selecionados, carregador doméstico de 3,6 kWh, recompra garantida e serviços como oficina remota e carro cortesia. Tudo para proporcionar mais vantagens a quem escolher um GWM.

O preço continua R$ 150.000 – mas ainda não há confirmação se terá algum reajuste devido ao novo aumento do imposto de importação para 18%, que iniciou em julho. E ele custa apenas R$ 200 a mais que o rival, que sai por R$ 149.800.

Continua após a publicidade

Teste Quatro Rodas – GWM ORA 03 SKIN

Aceleração
0 a 100 km/h 8,1 s
0 a 1.000 m 30,1 s – 166,5 km/h
Velocidade máxima 160 km/h
Retomadas
D 40 a 80 km/h 3,1 s
D 60 a 100 km/h 4,1 s
D 80 a 120 km/h 5,9 s
Frenagens
60/80/120 km/h a 0 14,4/26,1/58,8 m
Consumo
Urbano n/d
Rodoviário n/d
Ruído interno
Neutro/RPM máx. — /– dBA
80/120 km/h 60,3/74,2 dBA
Aferição
Velocidade real a 100 km/h 99 km/h
Rotação do motor a 100 km/h
Volante 2,5 voltas
Seu Bolso
Preço básico R$150.000
Garantia 5 anos

Ficha Técnica GWM ORA 03 SKIN

Motor: elétrico, dianteiro, 171 cv, 25,5 kgfm
Bateria: íon-lítio, 48 kWh
Autonomia: 232 km (Inmetro)
Câmbio: automático, 1 marcha + ré, tração dianteira
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (diant.), eixo de torção (tras.)
Freios: disco ventilado (diant.) sólidos (tras.)
Pneus: 215/50 R18
Peso: 1.580 kg
Dimensões: comprimento, 423,5 cm; largura, 182,5 cm; altura, 160,3 cm; entre-eixos, 265 cm; porta-malas, 228 litros

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.