Clique e assine por apenas 8,90/mês

Naturalmente urbano

Por Péricles Malheiros - Atualizado em 26 dez 2016, 16h57 - Publicado em 15 jan 2015, 09h00

Por Péricles Malheiros

1382 km

O primeiro elétrico da nossa frota de Longa Duração provocou curiosidade em todos da redação. Assim que a maioria teve chance de dirigir o novato, a impressão era a mesma: o carro é muito silencioso, seus comandos são intuitivos e a dirigibilidade é bem agradável. Porém, a autonomia média de 150 km, segundo a Nissan, foi motivo de preocupação de todos. Quem não tem o costume de contar quantos quilômetros roda por dia foi obrigado a calcular antes de sair pilotando o elétrico.

Após completar 1 000 km rodados, o Leaf passou pelo nosso tradicional teste na pista de Limeira (SP). Só que a autonomia limitada fez com que tivéssemos de adotar uma nova estratégia de logística. “Como não há ponto de recarga nem no caminho nem em Limeira, o jeito foi transportar o Leaf de plataforma”, diz o repórter visual Eduardo Campilongo.

O Nissan chegou para o teste com a carga completa. Mesmo assim, no meio das aferições, que incluem arranques e retomadas, mas totalizam menos de 5 km, a autonomia baixou consideravelmente. “Assustei quando vi no painel que tinha apenas mais 90 km”, diz Jorge Luiz Alves, piloto de testes.

Na pista, o Leaf surpreendeu ao ir de 0 a 100 km/h em 10,8 segundos, superando modelos como City 1.5 e Civic 1.8, com 11,7 segundos.

Primeiro teste

0 a 100 km/h: 10,8 s
D 40 a 80 km/h: 4,5 s
D 60 a 100 km/h: 6,5 s
D 80 a 120 km/h: 8,6 s
Frenagem 60 km/h a 0: 17,7 m
Frenagem 80 km/h a 0: 31,4 m
Frenagem 120 km/h a 0: 72,3 m
Consumo urb./rod.: –
Ruído PM/RPM máx.: 33,9/– dBA

RODAGEM

No mês: 100% na cidade
Desde dez/14: 100% na cidade
Combustível: eletricidade

Continua após a publicidade
Publicidade