Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Na terra e no mar

Por Redação 4 set 2012, 13h01

Por Péricles Malheiros

16 939 km

O fotógrafo Renato Pizzutto, da revista PLACAR, tem uma segunda paixão além do fute- bol: o surfe. Em suas escapadas de fim de semana, Pizzuto por vezes troca sua Palio Weekend Trekking por um dos carros de Longa Duração. “Gosto de dirigir e é legal conhecer modelos de categorias diferentes. A prancha e as roupas de surfe, assim como os equipamentos de fotografia, me levam a preferir modelos espaçosos, mas dou atenção especial à segurança que o carro transmite na serra entre a capital e Ubatuba, no litoral norte de São Paulo”, diz.

Entre os elogios, Pizzutto destacou o espaço na cabine e também no porta-malas: “Além da prancha e da bagagem, fui com um amigo e meu filho. Ainda assim, sobrou muito espaço”. Por outro lado, ele criticou o consumo elevado e a dirigibilidade. “Andei sem cometer excessos e mesmo assim o indicador do nível do tanque baixou muito rápido. Os freios têm resposta lenta e me pareceram insuficientes para o carro. Nas curvas, a carroceria rola demais”, disse. De volta a São Paulo, o Duster foi requisitado para outras missões, como o apoio nas fotos da capa da edição de agosto de QUATRO RODAS MOTO. Do alto de seu 1,80 metro de estatura, Christian Castanho é outro fotógrafo a elogiar a fartura de espaço do Duster: “Faço os cliques no banco traseiro e, às vezes, é preciso trocar rápido de lado ou mesmo pular para a frente ou para o porta-malas para registrar os melhores ângulos. Da atual frota de Longa, o Duster é o mais versátil”, diz.

Nas extremidades do banco traseiro, um espaço entre o assento e o encosto forma uma espécie de caçapa. O editor Péricles Malheiros diz: “Depois de usar o Duster, dei por falta do meu chaveiro. Desencaixei o assento traseiro e, além das minhas chaves, encontrei duas moedas, uma tampa de caneta e um pen-drive. Nas curvas, os objetos deslizam e acabam engolidos pelo banco”. Não chega a ser uma questão de defeito, mas de deslize. Literalmente.

Continua após a publicidade

Consumo

No mês (62,3% na cidade): Etanol – 7,3 km/l

Desde abril/12 (35,9% na cidade): Etanol – 7,2 km/l

Principais Ocorrências

11 138 km: Vibração intermitente da direção

Buraco negro: no banco de trás, um espaço entre o assento e o encosto engole pequenos objetos.

Continua após a publicidade

Publicidade