Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Manobra forçada

Por Redação 26 dez 2011, 16h35

Péricles Malheiros

34 029 km

Ao retornar de uma viagem ao Rio de Janeiro, nosso consultor Fabio Fukuda levou um grande susto. “Estava a 100 km/h numa curva e, de repente, sem passar por qualquer buraco ou irregularidade, a traseira do carro ficou solta. O 3008 dançou de um lado para o outro, mudando de faixa e assustando inclusive os motoristas que estavam próximos”, relata Fukuda, que após o susto parou no acostamento. Sem identificar nada visualmente, decidiu seguir viagem. “Completei o trajeto a menos de 60 km/h, pois senti que algo não estava certo.”

Em sua oficina, a constatação: o mesmo amortecedor que a concessionária Victoire, de São Paulo, havia trocado no mês anterior estava novamente com sinais de vazamento, mas desta vez muito mais severo. Deixamos o 3008 na concessionária Super France, que retornou no dia seguinte com o diagnóstico: “Vamos trocar o mesmo componente que a outra concessionária trocou”.

Os amortecedores do 3008 se comunicambpor uma linha hidráulica. Um compensador entre eles faz com que o fluido de um corra para o outro, a fim de melhorar o desempenho dinâmico dos componentes. Tanto na Victoire quanto na Super France o conjunto foi  trocado em garantia.

Continua após a publicidade

Após retirarmos o carro na Super France, dois dias depois, fomos para a Fukuda Motorcenter. “Agora, sim, deu para entender. Esta é a posição correta do amortecedor, com o bico de conexão hidráulica voltado para trás, não para a frente, como a Victoire fez”, disse Fukuda. “Forçada para caber no espaço errado, a tubulação de metal sofreu um estresse que culminou no seu rompimento junto ao amortecedor, com a movimentação do carro.”

Mais confiantes no trabalho da Super France, solicitamos uma cotação de alinhamento e balanceamento. “Não fazemos aqui, pois o carro é pesado demais para o nosso equipamento”, respondeu o consultor. Nem tudo é perfeito.

Consumo

No mês (30,7% na cidade) – Gasolina: 9,1 km/l

Desde mar/11 (32,9% na cidade) – Gasolina: 9,7 km/l

Dificilmente os pneus chegarão aos 40 000 km sem tocar os indicadores de desgaste (esq.) | Amortecedor tem que ser montado com a linha hidráulica no sentido inverso ao da mola (dir.)

Continua após a publicidade

Publicidade