Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

BYD Tang: SUV elétrico que estreia em 2022 é flagrado no Brasil

SUV elétrico de sete lugares, BYD Han tem 516 cv, mais de 500 km de autonomia e enorme central multimídia com tela giratória. Lançamento será em 2022

Por Henrique Rodriguez 19 set 2021, 23h35
byd tang brasil
Tiago Kfouri/Primeira Marcha/Reprodução

Especialista em veículos elétricos, a BYD até já tem fábrica no Brasil, mas de ônibus. Nós até já dirigimos um deles. O furgão BYD eT3 até foi o elétrico mais vendido do Brasil em junho, mas você pode nunca ter visto nas ruas um dos quase 1.500 veículos que a fabricante chinesa já vendeu por aqui. Isso tende a mudar rapidamente.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90http://BYD

QUATRO RODAS antecipou que a fabricante chinesa começará a vender o SUV elétrico Tang e o sedã Han no Brasil em 2022 e que planeja fazer isso por meio de um curioso esquema de vendas diretas, sem concessionárias no pais. Os primeiros carros já estão chegando ao Brasil, como revela o flagra publicado pelo site Primeira Marcha.

byd tang brasil
Tiago Kfouri/Primeira Marcha/Reprodução

O carro flagrado por por Tiago Kfouri é justamente o BYD Tang, um SUV de sete lugares com bastante personalidade e bateria relativamente grande, de 86,4 kWh e com células em forma de lâminas exclusivas da marca, capazes de promover maior aproveitamento do reservatório sob os ocupantes.

BYD TANG
Com preço adequado, BYD Tang pode atrapalhar rivais como o Toyota SW4 Divulgação/Quatro Rodas

A ideia do Tang é unir tecnologia e conforto a uma performance esportiva, graças aos dois motores que entregam 516 cv – 6 cv a mais que um Mercedes-AMG C 63. A autonomia em ciclo NEDC chega aos 505 km e o tempo anunciado de 0 a 100 km/h é de 4,6 segundos.

Continua após a publicidade
BYD TANG
Tela central gigante é diratória Divulgação/Quatro Rodas

O interior chama atenção pela luz ambiente e pelo quadro de instrumentos digital de 12,8 polegadas. Mas a central multimídia com tela de 15,6 polegadas é um show a parte. Mesmo que todo carro hoje tenha uma grande tela, essa é bem destacada do painel e pode ser girada em 90° para se adequar ao gosto do motorista. Por enquanto, porém, a tela não é compatível com Android Auto e Apple Carplay. 

Sedã também virá

byd_han
BYD/Divulgação

Outro carro que também está previsto para chegar ao Brasil em um segundo momento é o sofisticado sedã Han, com nada menos que 493 cv de potência, tração integral e autonomia, na vida real, em torno de 500 km, favorecidos pelo coeficiente de arrasto de 0,233, sempre segundo a fábrica.

Já considerado um rival do Tesla Model 3, ainda que esteja mais para Model S, o Han vai de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos e conta com uma inteligência artificial que se conecta à nuvem e é capaz de aprender o estilo do dono, tornando mais precisos sistemas como assistente de permanência em faixa, ACC e AEB.

BYD HAN
Baterias laminares prometem maior capacidade de energia e, consequentemente, maior alcance Divulgação/Quatro Rodas

O Han custa na Europa o equivalente a R$ 300.000 (um pouco menos que o SUV Tang).

Para garantir preços que, se mantidos no Brasil, podem incomodar muito a modelos como Toyota SW4 e Honda Accord, entre outros, a BYD costuma praticar uma modalidade de venda direta, que dribla concessionárias, eliminando um componente do preço final. A prática, entretanto, deve esbarrar em restrições nacionais.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital

CAPA quatro rodas setembro edição 749

Continua após a publicidade
Publicidade