Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Novo Volkswagen Passat para os EUA continua pior que o vendido no Brasil

Com visual de Jetta e plataforma de 2005, o modelo recebeu novos itens de segurança para enfrentar Camry e Accord

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 15 jan 2019, 10h29 - Publicado em 14 jan 2019, 19h10
Dianteira remete aos últimos lançamentos da VW, como o Jetta Divulgação/Volkswagen

O Volkswagen Passat norte-americano foi atualizado no Salão de Detroit, nos EUA. Mas não se engane pela aparência de Jetta: apesar do visual, ele manteve a plataforma do antecessor.

Isso significa que ele é, basicamente, igual ao modelo europeu lançado em 2005 – enquanto os rivais Toyota Camry e Honda Accord, líder e vice no segmento por lá, são completamente novos.

Plataforma continua a PQ46 do antecessor Divulgação/Quatro Rodas

Se você ignorar esse detalhe, o sedã recompensa com desenho alinhado aos mais recentes lançamentos da marca alemã. E também há mais equipamentos de conforto e segurança.

Nova carroceria ganhou teto de caimento mais acentuado Divulgação/Volkswagen

Foram incluídos alertas de colisão e ponto cego, frenagem de emergência, monitoramento de tráfego traseiro, controle de cruzeiro adaptativo e assistência de permanência em faixa.

Interior é totalmente diferente do modelo comercializado no Brasil Divulgação/Divulgação

Só haverá uma opção de conjunto mecânico – ao menos por ora: um motor quatro cilindros 2.0 turbo com 176 cv e 28,6 mkgf, sempre alinhado ao câmbio automático de seis marchas.

  • O lançamento nos EUA está previsto para meados de 2019. Pelo menos você já pode comentar que nosso Passat (vendido a R$ 164.620) e com base modular MQB, é superior à versão norte-americana.

    Leonardo Felix/Quatro Rodas
    Leonardo Felix/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade