Land Rover Evoque conversível já é vendido no Brasil por R$ 292.500

Edição limitada do SUV sem capota terá apenas 45 unidades e só chegará ao Brasil em março de 2017

Range Rover Evoque conversível Range Rover Evoque conversível

Range Rover Evoque conversível (/)

O Range Rover Evoque responde por 25% das vendas da Land Rover – um sinal nítido do sucesso do modelo, disponível em 180 países. E a marca quer se aproveitar dessa aceitação para promover a versão conversível.

 

Mas a ideia não é nova: o primeiro utilitário conversível foi o Nissan Murano Cross Cabriolet, lançado em 2011, que não caiu no gosto do público e foi eleito pela revista americana Fortune como carro mais odiado da época.

LEIA MAIS:

>> Vídeo mostra o Evoque conversível encarando trilhas

>> Salão: Gol GT Concept é o carro que queremos ver em produção

>> Tudo o que você precisa saber sobre o salão do automóvel

O Evoque Convertible é o principal destaque do estande da Land Rover no Salão do Automóvel 2016 e está disponível para pré-venda. Gostou? Corra, pois apenas 45 unidades serão importadas para o Brasil.

Range Rover Evoque conversível Range Rover Evoque conversível

Range Rover Evoque conversível (/)

A edição especial é baseada na versão HSE Dynamic, top da gama, e será a mais cara da linha Evoque por R$ 292.500. Sob o capô, o motor turbo 2.0 com 240 cv aliado a uma transmissão automática de 9 marchas, com opção para trocas sequenciais no volante.

Range Rover Evoque conversível Range Rover Evoque conversível

Range Rover Evoque conversível (/)

A capota retrátil pode ser acionada com o carro em movimento (até 48 km/h) e leva 18 segundos para abrir. O fechamento é um pouco mais lento, em 21 segundos. A capacidade volumétrica do porta-malas foi reduzida de 420 litros para 251 litros, pela necessidade de espaço para alojar a capota. 

Range Rover Evoque conversível Range Rover Evoque conversível

Range Rover Evoque conversível (/)

Na parte de segurança, a carroceria foi reforçada, o que deixou o conversível mais pesado, com 1.900 kg – 270 quilos a mais que a versão convencional. Em caso de capotamento, um sistema automático leva apenas 90 milissegundos para levantar duas barras atrás da segunda fileira de bancos para proteger os passageiros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Denis Gomes da Silva

    O primeiro utilitário conversível foi o Jeep original!!!