Ford EcoSport ST-Line: visual esportivo – sem estepe na traseira

Além da versão esportivada, o SUV dos europeus terá motor 1.0 turbo a gasolina, além de opção a diesel com tração 4x4

Versão inédita dá apelo ao EcoSport remodelado; por lá, o modelo tem motores 1.0 turbo a gasolina e 1.5 a diesel (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

O EcoSport é brasileiro, mas tem uma existência um pouco diferente no hemisfério norte.

Após fazer sua primeira aparição pública durante o Salão de Detroit, em janeiro deste ano, o SUV foi revelado no Salão de Frankfurt com uma inédita configuração esportiva.

Principal diferença do EcoSport europeu está na traseira, sem o estepe sobressalente (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

Visualmente, a grande diferença do EcoSport europeu para o brasileiro está na ausência do estepe pendurado na tampa traseira ─ como prefere o mercado de lá. Com isso, a placa de licença sobe para a tampa e o para-choque, apesar de manter-se baixo, ganha volume.

No caso da versão inédita, ST-Line, há ainda outras singularidades, como as rodas de 17 polegadas com desenho exclusivo e acabamento diamantado, os faróis com máscara negra, os nichos plásticos dos faróis de neblina pintados na cor da carroceria e a metade superior pintada de preto.

Clique aqui para assistir no YouTube

Por dentro, o modelo é igual ao vendido por aqui, com exceção dos materiais utilizados no acabamento no caso da versão esportivada. Tanto o painel quanto os bancos (com um tecido que imita Alcantara) são pretos. A cor vermelha está presente nas costuras dos bancos, do volante e da alavanca do câmbio.

Faróis com máscara negra são da versão ST-Line (Ulisses Cavalcante/Quatro Rodas)

Para a Europa, o EcoSport terá à disposição duas motorizações diferentes, com cinco ajustes no total. O 1.0 turbo a gasolina terá opções de 100, 125 e 140 cv, enquanto o 1.5 diesel poderá ter 100 ou 125 cv. O câmbio, dependendo do motor, pode ser manual ou automático, sempre com seis velocidades.

Com motor diesel em seu ajuste mais forte, o Eco pode ter tração integral ─ sistema que deve chegar ao Brasil em breve. Por aqui, ele pode ter um motor 1.5 de três cilindros com 137 cv ou um 2.0 de 176 cv, ambos bicombustíveis.

Os preços da nova geração na Europa não foram revelados até o momento, mas devem ficar um pouco acima do cobrado atualmente. Ainda com cara antiga, o EcoSport parte de 13.890 euros na Alemanha ─ R$ 51.770 em conversão direta e sem adição de impostos.

Interior do EcoSport europeu é o mesmo do brasileiro, com exceção do acabamento da versão ST-Line (Ford/Divulgação)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s