Wellington Garcia se acidenta no Mundial MX

Piloto brasileiro rompe o baço e é operado na etapa de Sevlievo, na Bulgária

Wellington Garcia Wellington Garcia

Wellington Garcia (/)

Wellington Garcia sofreu uma queda nos treinos de sábado e não participou da prova de abertura do mundial de motocross. Exames realizados na manhã seguinte detectaram duas pequenas rupturas no baço do piloto goiano, tornando necessária uma intervenção cirúrgica para conter o sangramento, prosseguimento realizado com sucesso.

Garcia, que deve seguir internado por mais cinco dias no hospital de Gabrovo, a cerca de 20 quilômetros de Sevlievo, estava empolgado com a sua participação na etapa búlgara de abertura do mundial de motocross, única em que estava garantido, já que o representante oficial da equipe Honda Brasil na temporada é Swian Zanoni, que se recupera de uma fratura, mas deve ser o piloto nas 15 etapas restantes da temporada 2011.

A temporada 2011 será disputada em 32 corridas independentes para cada uma das categorias (MX1 e MX2), com os pilotos disputando duas baterias em cada uma das 16 etapas, incluindo uma no Brasil.

Na etapa da Bulgária a categoria MX1 foi inteiramente dominada pelo francês Steven Frossard (Yamaha) e pelo belga Clement Desalle (Suzuki), que cruzaram a linha de chegada da primeira bateria nessa ordem e depois inverteram os papéis na segunda bateria.

Já na MX2, Ken Roczen e sua KTM foram absolutos, vencendo as duas baterias com autoridade à frente de Tommy Searle, o segundo colocado nas duas baterias.

Mundial de Motocross – GP da Bulgária

Primeira Bateria MX1

1- Steven Frossard, Yamaha

2- Clement Desalle, Suzuki

3- Max Nagl, KTM

4- David Philippaerts, Yamaha

5- Davide Guarneri, Kawasaki

6- Jonathan Barragán, Kawasaki

7- Antonio Cairoli, KTM

8- Rui Gonçalves, Honda

9- Kevin Strijbos, Suzuki

10- Steve Ramon, Suzuki

Segunda Bateria MX1

1- Clement Desalle, Suzuki

2- Steve Frossard, Yamaha

3- Jonathan Barragán, Kawasaki

4- Evgeny Bodryshev, Honda

5- Rui Gonçalves, Honda

5- Max Nagl, KTM

7- Kevin Strijbos, Suzuki

8- Xavier Boog, Kawasaki

9- Tanel Leok, TM

10- Antonio Cairoli, KTM

Primeira Bateria MX2

1- Ken Roczen, KTM

2- Tommy Searle, Kawasaki

3- Gautier Paulin, Yamaha

4- Arnaud Tonus, Yamaha

5- Jeffrey Herlings, KTM

6- Jeremy van Horebeek, KTM

7- Zachary Osborne, Yamaha

8- Max Anstie, Kawasaki

9- Nicolas Aubin, KTM

10- Harri Kullas, Yamaha

Segunda Bateria MX2

1- Ken Roczen, KTM

2- Tommy Searle, Kawasaki

3- Jeffrey Herlings, KTM

4- Zachary Osborne, Yamaha

5- Jeremy van Horebeek, KTM

6- Max Anstie, Kawasaki

7- Gautier Paulin, Yamaha

8- Arnaud Tonus, Yamaha

9- Nicolas Aubin, KTM

10- Christophe Charlier, Yamaha

Classificação do Campeonato MX1

1- Desalle, 47 pontos

2- Frossard, 47 pontos

3- Barragán, 35 pontos

4- Nagl, 35 pontos

5- Gonçalves, 29 pontos

6- Bodryshev, 27 pontos

7- Guarneri, 26 pontos

8- Strijbos, 26 pontos

9- Philippaerts, 25 pontos

10- Cairoli, 25 pontos

Classificação do Campeonato MX2

1- Roczen, 50 pontos

2- Searle, 44 pontos

3- Herlings, 36 pontos

4- Paulin, 34 pontos

5- Osborne, 32 pontos

6- Tonus, 31 pontos

7- Horebeek, 31 pontos

8- Anstie, 28 pontos

9- Aubin, 24 pontos

10- Roelants, 19 pontos

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s