Clique e assine por apenas 8,90/mês

Vendas de carros na Europa têm maior queda em 20 anos

Montadoras sofrem com os efeitos de desemprego recorde

Por Natali Chiconi - Atualizado em 9 nov 2016, 12h33 - Publicado em 16 jul 2013, 14h14
mercado

A crise econômica na Europa parece não ter fim. Agora, as vendas de carros no continente caíram ao menor nível em 20 anos. Em junho, esse número foi de 6,3%.

A demanda enfraquecida é decorrente do desemprego recorde e das medidas de austeridade impostas pelos governos da zona do euro. A mais prejudicada entre as montadoras é a Fiat, com queda de 13,6%. A Peugeot teve um recuo de 10,9%.

“Mesmo se houver recuperação no segundo semestre do ano, é difícil saber se será suficiente para compensar os resultados ruins que tivemos até agora neste ano”, disse Quynh-Nhu Huynh, diretor econômico e estatístico da associação europeia de montadoras de veículos (Acea, na sigla em inglês).

A Acea informou que os licenciamentos de carros nos países da União Europeia mais aqueles da Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA) caíram 6,7% no primeiro semestre, para 6,437 milhões de unidades, menor nível semestral desde 1993.

Publicidade