Clique e assine com até 75% de desconto

Toyota Yaris, o novo compacto japonês, começa a ser vendido este mês

Posicionado entre Etios e Corolla, modelo terá versões hatch e sedã, com motores 1.3 e 1.5 e duas opções de câmbio (manual e automático)

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 7 jun 2018, 20h55 - Publicado em 7 jun 2018, 18h21
Novo Toyota Yaris 2019
Yaris terá versões sedã e hatch Divulgação/Toyota

A Toyota apresenta hoje o Yaris, seu novo carro compacto. O modelo chega nas versões hatch e sedã, com duas opções de motor (1.3 e 1.5) e dois tipos de transmissão (manual e automática).

Ele vai se posicionar em uma faixa de preços entre Etios e Corolla.

Combinando carroceria, motor, câmbio e pacotes de acabamento e  equipamentos, o Yaris será ofertado em dez configurações possíveis.

A mais barata é a hatch XL 1.3 manual, ao preço de RS 59.590. E a mais cara é a sedã XLS 1.5 automática, por R$ 79.990.

Lanternas traseiras têm leds na versão XLS Divulgação/Toyota

Segundo a Toyota, desde a versão de entrada todos os Yaris saem de fábrica com ar-condicionado, sistema de som, vidros elétricos, retrovisor interno eletrocrômico, acendimento automático dos faróis, volante multifuncional, computador de bordo, controle eletrônico de estabilidade, auxiliar de partida em rampas, cintos de três pontos em todas as posições, faróis de neblina e alarme.

Yaris traz rodas de 15 polegadas divulgação/Toyota

Na mais completa, a relação de itens de série inclui central multimídia, bancos de couro, comandos para trocas de marchas no modo manual no volante, luzes de posição led, sete airbags e teto solar.

Todas versões automáticas têm piloto automático de série divulgação/Toyota

Ao contrário do que se imaginava o Yaris não compartilha a nova plataforma modular TNGA da Toyota, que serve de base para o Prius atual e estará na próxima geração do Corolla.

Mas o Yaris usa a plataforma B, que segundo a fábrica é mais avançada da marca para modelos compactos.

Continua após a publicidade
  • O Yaris tem o mesmo porte do Etios. O espaço na cabine é praticamente igual. Mas no caso do porta-malas há diferentes resultados quando se compara a capacidade das versões hatch e sedã entre os modelos.

    No caso do hatch há um ganho. O Etios leva 270 litros, enquanto o Yaris acomoda 310 litros. E no sedã há perda de espaço.

    O Etios comporta 562 litros e o Yaris, 473 litros.

    Porta-malas do Yaris hatch leva 310 litros divulgação/Toyota

    O que o diferencia do irmão mais barato é principalmente a qualidade construtiva, começando pela rigidez torcional da carroceria (o que lhe garante um comportamento dinâmico mais equilibrado) e terminando no acabamento interno (com o uso de materiais de melhor qualidade).

    Nesse aspecto, o Yaris está segue o mesmo padrão do Corolla.

    No que diz respeito à parte mecânica. Os motores flex são os mesmos do Etios, com mudanças (no sistema de exaustão e na calibragem eletrônica) o que gerou três cavalos a mais.

    A potência subiu de 98 para 101 cv, no 1.3, e de 107 para 110 cv, no 1.5 (sempre com etanol).

    Motor 1.5 conta com comando de válvulas variável divulgação/Toyota

    O câmbio manual de seis marchas também veio do Etios. Mas o CVT foi herdado do Corolla e tem sete marchas virtuais, enquanto o automático do  Etios tem quatro marchas.

    As vendas do Yaris começam no próximo dia 21. A Toyota estima vender cerca de 6.000 unidades do modelo por mês, sendo 55%, na versão hatch, e 45% na versão sedã. E 95% delas equipadas com câmbio automático.

    Continua após a publicidade
    Publicidade