Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Toyota C-HR: tudo sobre o novo rival de HR-V, Renegade e cia

SUV é opção da marca para concorrer no mercado de compactos. Mas sua vinda ao Brasil ainda é incerta

Por Diego Dias
Atualizado em 23 nov 2016, 21h46 - Publicado em 30 set 2016, 21h25
Toyota C-HR
Toyota C-HR ()

Apresentado no começo do ano em Genebra e exposto no Salão de Paris nessa semana, o Toyota C-HR já está à venda no mercado europeu. O C-HR é construído sobre a plataforma TNGA, a mesma utilizada pelo híbrido Prius — que pode ser fabricado no Brasil em 2018. Com isso, existe a possibilidade de a Toyota produzi-lo por aqui também. Caso seja confirmado para o Brasil, tem chances de balançar o segmento dominado atualmente pelo Honda HR-V e Jeep Renegade.

LEIA MAIS:

>> Teste: Toyota Prius, o futuro do Corolla passa por aqui

>> Comparativos: Nissan Kicks enfrenta a turma toda

Continua após a publicidade

>> Segredo: os novos SUVs de Honda, VW e Toyota

Com linhas futuristas, o modelo se destaca pelo para-choque dianteiro com aberturas verticais e horizontais. O caimento acentuado do teto remete a um cupê e a tampa do porta-malas está integrada às lanternas, que ostentam um formato de bumerangue — recurso estilístico similar ao do novo Honda Civic.

 

De porte avantajado, o C-HR mede 4,35 metros de comprimento, 1,8 m de largura e 1,57 m de altura. Para efeito de comparação, o HR-V tem, respectivamente, 4,29, 1,77 e 1,59 m. No entanto, o porta-malas é menor, com 370 litros, ante os 437 litros do HR-V.

Continua após a publicidade

Por dentro, o C-HR não decepciona e traz um desenho minimalista e aparentemente um bom nível de acabamento. No painel, central multimídia com tela de 8 polegadas voltada para o motorista.

 

Na lista de equipamentos, destaque para o controle de velocidade adaptativo (com frenagem autônoma e reconhecimento de pedestres), detector de ponto cego, alerta de saída de faixa, luzes diurnas de led, sistema keyless e sistema de purificador de ar.

Na Europa, é vendido com um motor 1.2 turbo de 116 cv e 18,8 mkgf de torque e um 1.8 híbrido de 122 cv e 14,4 mkgf. Nos Estados Unidos, é previsto que tenha no catálogo o mesmo 2.0 aspirado do Corolla, de 143 cv. Ambos os conjuntos são equipados com câmbio automático CVT. Já a opção manual de seis marchas é exclusiva do propulsor turbo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.