Torcida do Vasco reage ao fim do patrocínio da Nissan

Carta-resposta de parte dos torcedores do clube incentiva um boicote aos carros da montadora e ironiza decisão de quebra do contrato

mercado mercado

mercado (/)

O rompimento do contrato entre a montadora Nissan e o Vasco, confirmado na última segunda-feira, gerou um movimento entre os torcedores do time carioca para responder à ex-patrocinadora nas redes sociais.

Uma carta-resposta incentivando um boicote aos carros fabricados pela empresa está sendo compartilhada em páginas ligadas ao time, como a fanpage “Fanatismo Cruzmaltino”, além de perfis pessoais de torcedores.

O texto critica a decisão da companhia japonesa de romper o acordo de patrocínio com o clube, que deveria durar quatro anos e repassaria 7 milhões anuais ao time.

Procurada pela reportagem, a Nissan afirmou que não comenta a quebra do contrato. O rompimento aconteceu por decisão da matriz, após a circulação mundial das cenas de extrema violência protagonizadas pela torcida do time carioca e a do Atlético Paranaense num jogo pelo Campeonato Brasileiro, nas arquibancadas da Arena Joinville, no dia 8 de dezembro.

“Depois dos recentes atos de inaceitável violência, a Nissan informa que não manterá o contrato de patrocínio junto ao Club de Regatas Vasco da Gama”, explicou a empresa em nota oficial. “A direção da Nissan considera que os referidos atos de violência são incompatíveis com os valores e princípios sustentados e defendidos pela empresa em todo o mundo”, complementou.

Na carta, os torcedores rebatem as justificativas. “Considerando os argumentos da Nissan, podemos afirmar, por analogia, que os atos de vandalismo e violência no trânsito que foram praticados por motoristas que estavam dirigindo carros da Nissan são incompatíveis com os valores e princípios de responsabilidade no trânsito que a Nissan deveria garantir”.

O clube carioca foi multado em R$ 80 mil pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Perdeu ainda 8 mandos de campo.

Confira a carta da torcida endereçada à Nissan na íntegra:

Depois do recente ato de inaceitável violência e insulto ao bom senso, a torcida vascaína de todo o Brasil informa que não mais comprará carros da Nissan.

Considerando os argumentos da Nissan, podemos afirmar, por analogia, que os atos de vandalismo e violência no trânsito que foram praticados por motoristas que estavam dirigindo carros da Nissan são incompatíveis com os valores e princípios de responsabilidade no trânsito que a Nissan deveria garantir.

Portanto, seguindo o mesmo ponto de vista definido pela direção da Nissan, entendemos que não poderemos comprar seus carros por que existem vândalos que dirigem carros fabricados por vossa empresa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s