Clique e assine com até 75% de desconto

SUV do Polo, VW T-Cross vai estrear antes do Salão de São Paulo

SUV compacto será mostrado em outubro em eventos simultâneos no Brasil, Alemanha e China

Por Raphael Panaro 25 set 2018, 17h02
VW T-Cross
Versão nacional do T-Cross terá pequenas diferenças em grade e para-choque Du Oliveira/Quatro Rodas

O inédito e aguardado T-Cross – que já testamos na Alemanha –  será a estrela da Volkswagen no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, em novembro. Porém, a estreia mundial não será no evento paulistano.

Em entrevista ao site Argentina Autoblog, José Carlos Pavone, responsável pelo design da VW na América Latina, confirmou que o T-Cross será revelado oficialmente no próximo mês. Ou seja, antes do evento paulistano que acontece entre os dias 8 e 18 de novembro.

Pavone ainda informou que o carro será mostrado em eventos simultâneos realizados em três países-chave para o modelo: Brasil, Alemanha e China.

VW T-Cross
A peça que une as lanternas terá apenas refletores Du Oliveira/Quatro Rodas

QUATRO RODAS já teve a primeira experiência a bordo do T-Cross na Alemanha, na versão europeia do SUV. O modelo nacional será alongado para aumentar o espaço interno.

O Brasil, por sua vez, tem um papel importante para o SUV compacto. A produção começa ainda esse ano na fábrica da VW em São José dos Pinhais, no Paraná. As vendas estão programadas para o começo do ano que vem.

Continua após a publicidade
VW T-Cross
A pintura em dois tons será opcional, assim como o teto solar exclusivo Du Oliveira/Quatro Rodas

Com o modelo, a VW vai finalmente entrar na briga do segmento de compactos e dificultar a vida de Honda HR-V, Hyundai Creta, Nissan Kicks e Jeep Renegade.

As armas para isso serão o porte, tecnologia e modernas motorizações.

Montado sobre a plataforma MBQ A0 – mesma de Polo e Virtus –, o SUV terá 4,19 metros de comprimento e distância entre-eixos igual ao do sedã Virtus, 2,65 m – o que o faz 8,6 cm maior que a versão europeia a ser produzida na Espanha.

Para movimentar o T-Cross no Brasil, a VW escolheu dois motores. As versões de entrada serão equipadas com o 1.0 TSI de 128 cv. O 1.4 TSI de 150 cv ficará para as configurações mais caras.

VW T-Cross
A parte superior da cabine repetirá boa parte do visual do hatch Polo e do sedã Virtus Du Oliveira/Quatro Rodas

A transmissão terá duas opções: manual de cinco marchas e automática de seis relações (o mesmo usado no Polo, Virtus e Golf). A fábrica paranaense também produzirá uma versão 1.6 16V aspirada do T-Cross, mas ela será vendida apenas em outros países da região, como Argentina e Chile.

  • No quesito tecnologia podemos esperar o painel de instrumentos totalmente digital que estreou no Polo e também a central multimídia Composition Touch. Além disso, faróis de LED com facho alto automático e sistema de estacionamento automático capaz até de estacionar em vagas de 90º entrando de frente também estarão na lista de equipamentos.

    Continua após a publicidade
    Publicidade