Clique e Assine QAUTRO RODAS por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Suspensão das entregas do Chevrolet Tracker é motivada por novo recall

Continuação de recall do Tracker divulgado há um ano será comunicado em breve, mas procedimento de correção já foi passado aos concessionários

Por Guilherme Fontana e Henrique Rodriguez
Atualizado em 13 abr 2022, 11h48 - Publicado em 13 abr 2022, 11h47

QUATRO RODAS noticiou, há uma semana, que o Chevrolet Tracker encontra-se com entregas suspensas desde o início de abril. Agora, um novo comunicado distribuído às concessionárias ajuda a entender o que ocorre como SUV compacto.

Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 9,90

O comunicado obtido pela reportagem foi distribuído no último dia 8 e é uma “ação de campo” e começa com o seguinte aviso:

“A GENERAL MOTORS convocará clientes proprietários de veículos Chevrolet Tracker modelos 2020 a 2022 para a instalação de proteção no isolador acústico do carpete e pré-tensionadores próximo à coluna B. A Campanha em questão, ora em desenvolvimento, será oportunamente veiculada na mídia.”

Pelo comunicado, será uma ação mais abrangente que a do recall anunciado há um ano para a instalação de uma proteção no isolador acústico do carpete. Se àquela altura o recall abrangia os números de série entre LB900009 e NB100146 (fabricados entre 25/10/2019 a 8/4//2021) agora abrange desde a LB900009 até NB202060, ou seja, mais unidades do SUV. O comunicado não diz a data exata de fabricação das últimas unidades produzidas. 

Continua após a publicidade
Tracker 2022
(Divulgação/Chevrolet)

A motivação é a mesma de antes. O acionamento dos pré-tensionadores abdominais dos cintos de segurança dianteiros poderiam fazer com que fagulhas atingissem a manta acústica do carpete na região inferior da coluna B, possibilitando princípio de incêndio.

Compartilhe essa matéria via:

A solução seria, aparentemente, a mesma: instalar uma proteção no isolador acústico do carpete próximo à coluna B e nos pré-tensionadores de ambos os lados. Mas o trabalho agora será mais extensivo, a ponto de o tempo de serviço ter aumentado em uma hora, de 1h30 para 2h30.

Dependendo do número de série, alguns carros ainda receberão protetores plásticos nos pré-tensionadores. Possivelmente, unidades mais recentes já saíram de fábrica com esta proteção.

Continua após a publicidade
Imagem mostra como é e como fica a manta de isolamento acústico do assoalho do Tracker
Imagem mostra como é e como fica a manta de isolamento acústico do assoalho do Tracker (Reprodução/Chevrolet)

Para executar o serviço, é necessário retirar bancos e console central para retirar a primeira camada de carpete sobre o assoalho e alcançar a manta de isolamento acústico que fica no piso da cabine.

Essa manta terá uma seção de 70×40 cm cortada, receberá placas autoadesivas nas bordas cortadas para dar acabamento e essa seção retirada será preenchida por espumas específicas e por placas autoadesivas.

Os proprietários devem receber uma via da ordem de serviço. Contudo, ainda não foi publicado o código de operação que define o serviço, o que teoricamente ainda impede a entrega dos carros. Também falta a publicação do recall, que a GM diz estar em desenvolvimento. De toda forma, a situação está começando a ser resolvida.

Continua após a publicidade

Emplacamentos não foram impactados

Ainda que as entregas do Chevrolet Tracker estejam suspensas em abril, há unidades sendo emplacadas. Tanto que é o SUV compacto mais emplacado no Brasil em abril até o momento, de acordo com a Fenabrave. Com 2.105 unidades emplacadas, está na quarta posição entre os automóveis, atrás do Onix (2.167) do Fiat Mobi (2.774) e do Hyundai HB20 (2.914). 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.