Clique e assine por apenas 8,90/mês

SsangYong trará Musso e Rexton ainda em 2019; Korando fica para 2020

Marca sul-coreana pretende trazer SUV médio com motor 1.5 turbo para concorrer com o Jeep Compass

Por Henrique Rodriguez - Atualizado em 2 out 2019, 13h36 - Publicado em 18 set 2019, 07h00
Novo Rexton concorrerá com Trailblazer e SW4 no Brasil Divulgação/Ssangyong

O último trimestre do ano se aproxima, mas a SsangYong planeja ter dois lançamentos ainda em 2019: a nova geração do SUV grande Rexton e sua picape, a Musso.

A informação é do diretor de Operações da SsangYong Brasil, Marcelo Fevereiro, que adiantou que os dois modelos estão na fase final de homologação no Brasil.

“Já foram aprovados nos testes de emissões e de ruídos, e obtiveram a Licença para Uso da Configuração de Veículo ou Motor – LCVM, concedida pelo Ibama aos veículos que transitam pelo Brasil.

O processo final de homologação, que consiste na emissão da Certificação de Adequação à Legislação de Trânsito – CAT, já está protocolado junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Assim que finalizado, os dois modelos iniciam o desembarque na Rede de Concessionárias.”, diz o executivo.

Utilitário tem suspensão independente na traseira Divulgação/Ssangyong

Com 4,85 m de comprimento e 2,86 m de entre-eixos, o SsangYong Rexton tem porte equivalente ao de um Chevrolet Trailblazer, Toyota SW4 ou Mitsubishi Pajero Sport.

Seu principal motor é um 2.2 turbodiesel de 181 cv e 42,8 mkgf de torque, combinado a um câmbio automático de sete marchas fornecido pela Mercedes-Benz (parceira da fabricante sul-coreana há décadas). A tração é predominantemente traseira, mas há opção 4X4 temporária com opção de reduzida.

Interior tem acabamento refinado Divulgação/Ssangyong

Ele tem algumas sofisticações interessantes no mercado sul-coreano, como a central multimídia com tela de 9,2 polegadas compatível com Apple Carplay e Android Auto, tomada 220V/115V, tampa do porta-malas com abertura elétrica, frenagem autônoma de emergência, alerta de pontos cegos e assistente de permanência em faixa.

Além disso, sua suspensão traseira é multilink, não de eixo rígido como nas concorrentes.

Continua após a publicidade
Picape tem capacidade de uma tonelada Divulgação/Ssangyong

A picape Musso, por sua vez, será uma alternativa maior a Action Sports, que voltou a ser vendida no Brasil em março de 2018. Seu motor é o mesmo 2.2 turbodiesel do Rexton – também usado na Action Sports –, mas lá fora pode ser combinado com câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas.

Sua capacidade de carga é de uma tonelada, na média do segmento dominado por Chevrolet S10 e Toyota Hilux.

Picape Musso será uma nova opção entre as picapes médias Divulgação/Ssangyong

Por ter vocação para o trabalho, suas versões mais acessíveis têm central com tela de 8 polegadas sem Android Auto ou Carplay. Já a suspensão traseira é sempre de eixo rígido com molas semielípticas.

Para 2020 a SsangYong planeja o lançamento da nova geração do Korando, apresentada em março deste ano no Salão de Genebra.

Nova geração do Korando tem porte de Compass Divulgação/Ssangyong

Com  4,41 m de comprimento, 1,83 m de largura e 2,67 m de entre-eixos, o SUV com porte de Jeep Compass deverá manter o motor 1.5 turbo a gasolina de 165 cv e 28,5 mkgf usado na Coreia, assim como o câmbio automático de seis marchas. 

SUV médio tem motor 1.5 turbo de 165 cv Divulgação/Ssangyong

Além da central multimídia com tela de 10,25 polegadas com Android Auto e Carplay, tem quadro de instrumentos digital com tela de 9 polegadas configurável.

Todos os equipamentos de segurança do Rexton estão disponíveis, além de assistente de farol alto automático, reconhecimento de placas de trânsito e alerta de distância para o carro da frente.

De acordo com Marcelo Fevereiro, a intenção da empresa é iniciar o processo de homologação do Korando ainda em 2019 para que o modelo seja lançado oficialmente em meados de 2020.

Quadro de instrumentos digital é um dos destaques do Korando Divulgação/Ssangyong
Continua após a publicidade
Publicidade