Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

São Paulo: prefeito veta projeto que mudava multa por rodízio

Proposta previa que primeira infração gerasse apenas advertência

Por Rodrigo Furlan Atualizado em 9 nov 2016, 12h28 - Publicado em 8 jun 2013, 10h18
geral

O prefeito Fernando Haddad vetou projeto de lei que previa que o motorista flagrado infringindo o rodízio veicular em São Paulo recebesse apenas uma advertência, caso fosse a primeira infração, em vez de multa de R$ 85,13.

De acordo com Haddad, essa conversão de multa em advertência já é prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em situações especiais, não sendo necessário criar um dispositivo municipal nesse sentido.

A ideia da proposta original, elaborada pelo vereador Mário Covas Neto, era de beneficiar aqueles que tivessem problemas com o rodízio devido a congestionamentos causados por motivos de força maior, como chuvas e alagamentos.

Publicidade