Retocado por fora, Volkswagen Up! fica mais refinado por dentro

Subcompacto teve gama de versões reduzida, mas está mais completo e oferece novos equipamentos

Para-choques mais evidente aumentou as dimensões do subcompacto Para-choques mais evidente aumentou as dimensões do subcompacto

Para-choques mais evidente aumentou as dimensões do subcompacto (divulgação/Volkswagen)

A inspiração veio da Europa, mas o Volkswagen Up! 2018 que será vendido no Brasil tem estilo próprio. O modelo, que chega às lojas no final de abril, foi apresentado hoje com mudanças na frente, na traseira e no interior.

Na dianteira, o Up! tem novo para-choque mais pronunciado com faixa preta na parte central, e faróis com frisos cromados nas bordas que se integram visualmente ao friso colocado na base da grade. Os TSI ainda terão um friso vermelho na grade.

Na traseira, o novo para-choque tem linhas mais horizontais, vincos em volta de refletores e base pintada de preto, o que dá a impressão de que o Up! está mais largo. O fato é que o Up! ficou 8,4 cm mais comprido (totalizando 3,68 m) só por ter ganhado novos para-choques. 

Versão Connect será equipada apenas com o motor 1.0 TSI Versão Connect será equipada apenas com o motor 1.0 TSI

Versão Connect será equipada apenas com o motor 1.0 TSI (divulgação/Volkswagen)

As lanternas também são novas: usam tecnologia que a Volks chama de “tripla injeção” (com elementos em vermelho, preto e transparente) para ficarem parecidas com as lanternas de leds do Up! europeu. Mas as nossas usam lâmpadas convencionais. A versão High ainda tem friso cromado na base da tampa. 

Nas laterais, a versão Take Up! terá novas calotas aro 14″, o Move Up! terá novas rodas aro 14″ de série e o High Up! mantém rodas aro 15″, também com novo desenho. As versões TSI ganham logotipo da versão nas colunas “B”.

Interior refinado

A opção de duas portas para o Take Up! (até então a mais acessível, por R$ 35.560) foi descontinuada. Aparentemente, a intenção da Volkswagen é tirar do Up! a imagem de carro de entrada, função que passará a ser cumprida cada vez mais pelo Gol atual – que continua a ser oferecido com duas portas.

Prova disso é que a partir de agora a versão High será vendida apenas com o motor 1.0 TSI. Para arrematar, o interior ficou mais sofisticado, assim como o pacote de equipamentos.

Suporte para o celular é de série em todas as versões Suporte para o celular é de série em todas as versões

Suporte para o celular é de série em todas as versões (divulgação/Volkswagen)

Note que o volante passou a ser o mesmo de Golf, Fox e Gol, com comandos para o som e o computador de bordo, que ficou mais completo: o quadro de instrumentos passa a ser o mesmo do Fusca, com tela de LCD maior e iluminação branca, bem como conta-giros e marcador de combustível mais visíveis.

Novo painel de instrumentos é parecido com o do Fusca, com nova tela para o computador de bordo Novo painel de instrumentos é parecido com o do Fusca, com nova tela para o computador de bordo

Novo painel de instrumentos é parecido com o do Fusca, com nova tela para o computador de bordo (divulgação/Volkswagen)

Se no Take o painel é feito em uma única peça, nos High e Move o painel recebe parte central com novo acabamento, que muda de acordo com a versão, e até um filete de LED branco para iluminar toda a parte inferior do painel. Ainda tem suporte para celular com porta USB integrada na parte superior do painel.

Central multimídia Composition Phone tem tela de 5 polegadas e funciona integrada ao celular Central multimídia Composition Phone tem tela de 5 polegadas e funciona integrada ao celular

Central multimídia Composition Phone tem tela de 5 polegadas e funciona integrada ao celular (divulgação/Volkswagen)

Ainda não há espaço para colocar uma central multimídia de verdade no Up!. A resposta da Volkswagen a essa demanda foi oferecer como opcional o rádio “Composition Phone”, que se integra ao smartphone no topo do painel por meio do app Maps+More e substitui o antigo Maps&More. Este sistema tem tela colorida de 5″, que mostra atalhos para agenda de telefone, músicas salvas no celular e chamada para o Volkswagen Service.

Nos modelos mais simples, sistema de som básico Nos modelos mais simples, sistema de som básico

Nos modelos mais simples, sistema de som básico (divulgação/Volkswagen)

O celular, por sua vez, também passa a exibir informações de consumo e o navegador GPS, por meio de mapas fornecidos pela Tom Tom salvos no celular, mas que contam com informações de trânsito em tempo real.

Outros novos equipamentos disponíveis para o Up! são as cornering lights, que usam os faróis de neblina para iluminar a parte de dentro de uma curva abaixo dos 40 km/h, o retrovisor direito com função tilt-down e os sensores de chuva e de luminosidade, equipamentos ainda raros entre os compactos.

Gama mais enxuta

Com o fim do Up! duas portas, a versão Take com quatro portas passa a ser a opção de entrada. Sempre com motor 1.0 3 cil. MPI (aspirado) de 82 cv e 10,4 mkgf, tem rodas de aço aro 14″ com novas calotas, banco do motorista com regulagem de altura, alerta sonoro dos faróis acesos, chave do tipo canivete e lavador, limpador e desembaçador do vidro traseiro, iluminação no porta-malas e suporte para celular e entrada USB para carregar o telefone.

Direção elétrica, coluna de direção com ajuste de altura, ar-condicionado, vidros dianteiros com acionamento elétrico e travamento das portas elétrico são opcionais do pacote “Take completo”.

Faróis de neblina são do tipo "cornering light", ajudando a iluminar em curvas Faróis de neblina são do tipo “cornering light”, ajudando a iluminar em curvas

Faróis de neblina são do tipo “cornering light”, ajudando a iluminar em curvas (divulgação/Volkswagen)

A versão Move é a mais abrangente. Estará disponível com o motor 1.0 MPI com câmbio manual e automatizado I-Motion, e com o 1.0 3 cil. TSI (turbo com injeção direta) de 105 cv e 16,8 mkgf de torque. Tem de série volante multifuncional revestido de couro, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga leve 14”, espelhos retrovisores externos com luzes de seta integradas e função tilt down do lado direito, sensor de estacionamento traseiro e para-sol com espelho do lado do motorista e do passageiro.

Todos os modelos com motor TSI ganham painel com iluminação ambiente e podem ser equipados com o rádio Composition Phone.  Além disso, como antes, todos os turbinados são equipados com controle de tração – mas não o de estabilidade.

Agora vendida apenas com o motor TSI, a versão High tem exclusividade sobre os sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) e a função Coming & Leaving Home, que mantém os faróis acesos por 30 segundos ao trancar ou destrancar o veículo. As cornering lights também são exclusivas dele. O rádio Composition Phone e revestimento de couro nos bancos são opcionais.

Por ser vendido apenas na configuração turbo, o High Up! perde a opção de câmbio automatizado iMotion, compatível apenas com o motor MPI.

Lanternas foram escurecidas, e para-choques é novo Lanternas foram escurecidas, e para-choques traseiro é novo

Lanternas foram escurecidas, e para-choques traseiro é novo (divulgação/Volkswagen)

A Volkswagen aproveitou para apresentar o Up! Connect como série de lançamento. Tendo como base o Move TSI, tem retrovisores e teto pintados de preto, interior escurecido, adesivo na soleira das portas, faixa lateral alusiva à versão, roda de liga leve 15” diamantada e o sistema de som Composition Phone. Ela estará disponível nas cores Laranja Habanero, Azul Lagoon e Prata Sírius.

O Volkswagen Cross Up! 2018 será mostrado ainda em abril, antes da chegada do modelo às lojas. Ficam faltando os preços, que serão divulgados até o final do mês. O ganho em equipamentos certamente terá sua contrapartida com um aumento de valores, mas por enquanto a marca não comunicou nem mesmo estimativas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. EDUARDOTEIXEIRA KULL

    Cadê o Cross up!? Nada de DRL, nada dos tão especulados airbags laterais, nada de controles de tração e estabilidade e ainda “limaram” o ar condicionado com controle digital. Estou decepcionado.

  2. Daniel Louzada da Fonseca

    Tive dois VW Up, sendo um TSI e outro aspirado…Minha avaliação….Prós..O Up TSI anda muito e tem excelente isolamento acústico e não bate nada de nada…O som é melhor que do Corolla XEI que tive…Contra…O carrinho balança um pouco e a direção é pesada, apesar de elétrica…A embreagem do aspirado é pesada também e do TSI é um porrete…O pior item pra mim é a aba exagerada do painel que tira a visibilidade…Tenho um Jetta 1.4 TSI e tinha o Up para o dia a dia, sendo que, o substitui pelo Fox 1.6 run, pelo qual paguei 49 mil reais…Já dirigi o Fox antigo e esse melhorou demais, sendo superior ao Up nos quesitos embreagem macia, painel sem aba gigante e direção excelente…O Fox é muito mais macio e só perde na segurança…

  3. Marco Antonio Cardoso Andrade

    O calcanhar de Aquíles permanece: o aperto!

  4. Vander Souza Abreu

    Não grandes mudanças! Nem o DRL veio! Só mudou a aparência mesmo!

  5. Marco Antonio Cardoso Andrade

    O calcanhar de Aquíles permanece, o aperto do carro e ar condicionado como opcional na versão de entrada?….

  6. Marco Antonio Cardoso Andrade

    O aperto do carropermanece e ar condicionado como opcional na versão de entrada? tem que ser ítem de série….

  7. Waslon T. A. Lopes

    É uma pena que não tenham mexido nas saídas centrais do ar condicionado! Qual o sentido de resfriar o parabrisa do carro em vez do motorista?

  8. Toda mudança para melhor é bem-vinda, mas vendo as fotos percebi que até as versões mais caras não ganharam vidros elétricos atrás.

  9. carro_no_brasil_é_piada

    VW só pode estar brincando. UP no Brasil é CARRO DE ENTRADA e PONTO FINAL. Não adianta vir querendo colocar o UP! como “cult” que isso NÃO VAI COLAR.
    R$ 50.000,00 é preço MÁXIMO pra esse carro, que já está bem alto por sinal.

  10. Sergio Augusto

    Motor chato de mexer correia dentada um trabalheira dos infernos para trocar, se for ar condicionado tem que desmontar o carro !!! sem dizer o preço absurdo das peças, Volks isso e tranqueira para Europa.