QUATRO RODAS de Dezembro: dirigimos Volkswagen Polo GTS com exclusividade

Confira, em primeira mão, como é o esportivo que foi destaque no Salão do Automóvel e chegará às lojas em 2019

 (Arte/Quatro Rodas)

O Volkswagen Polo GTS, destaque do Salão do Automóvel de São Paulo, só chegará às lojas na segunda metade de 2019. Mas QUATRO RODAS já dirigiu a novidade com exclusividade.

A releitura do clássico Gol GTS – um dos sonhos de consumo dos anos 1980 – recebeu visual da versão GTI vendida na Europa e motor 1.4 turbo flex com 150 cv de potência do Golf.

Também comparamos diferentes modelos disponíveis no Brasil por R$ 70.000. Qual conquista o coração (e a garagem de casa) da clientela: Aircross, Cronos, Jimny, Tiggo 2 ou Yaris?

Nesta edição de dezembro, levamos os esportivos Ford Mustang e Jaguar F-Type para disputarem o comparativo entre brutalidade do motor V8 aspirado contra o 2.0 turbinado inglês.

Há ainda o novo Audi R8 V10 quattro Performance com 620 cv de potência que aceleramos em Málaga, na Espanha, e a picape Ford F-150 Raptor com motor V6 3.5 biturbo de 450 cv.

Seu carro tem acendimento automático do painel? Então, é melhor você ler a reportagem que fizemos a respeito da funcionalidade: você pode estar dirigindo com faróis apagados.

Além disso, explicamos o que merece atenção para quem procura um Toyota Corolla usado para comprar e todos os detalhes dos óleos lubrificantes que são utilizados no motor.

Outras novidades para todos os bolsos e gostos são:

  • Mercedes C 200 EQ Boost: o sedã premium de sempre, agora em versão eletrificada
  • Volvo V60: a perua que chega para desafiar os SUVs – inclusive, dentro da própria marca
  • Segredo: os carros que foram ao Salão do Automóvel e que deverão chegar às lojas
  • Clássicos: BMW 327 e Puma AM3/AM4

E MAIS: Correio Técnico, Via Expressa, Produtos para Carro, Novas Tecnologias, Jeremy Clarkson, Autodefesa, Ranking de Testes, Top Ten…


Carta ao leitor

A boa e velha QUATRO RODAS

Gol GTS 1.8. 1987

Gol GTS 1.8. 1987 (Acervo/Quatro Rodas)

Alguns leitores gostam de dizer que a QUATRO RODAS não é mais a mesma. Eles têm razão.Falam que nós já não testamos carro como antes por não aferir a velocidade máxima, retiramos o pôster de dentro da revista, não damos mais dicas para o próprio motorista fazer a manutenção do veículo e que publicamos muitos SUVs. É tudo verdade.

Hoje os carros são muito mais velozes – se o esportivo Gol GTi atingia 174 km/h, um pacato Jeep Renegade passa de 180 km/h. Assim, precisamos de pistas mais seguras. Não podemos mais testar em rodovias públicas (sim, já foi comum) e os campos de prova são hoje fechados a jornalistas ou incompatíveis com modelos tão rápidos. Até algumas montadoras pararam de fazer essas medições no país.

Já o pôster de papel, não tem mais utilidade para os jovens da geração digital. Era objeto de culto numa época em que não se tinha acesso a tanta informação. Hoje, você baixa da internet fotos em altíssima resolução e, em vez de pendurar a foto no seu quarto, usa como papel de parede no laptop.

Sente falta de ajustar carburador ou trocar uma correia do motor? Com o avanço da eletrônica e dos sistemas fechados – que não permitem conserto, só a troca da peça –, o máximo que daria para fazer em casa seria instalar um autorrádio. Bem, com as centrais multimídia nem isso faz mais sentido.

E o excesso de SUVs? É só o reflexo das novidades do mercado brasileiro – e mundial. A QUATRO RODAS não define o que vai ser lançado pelas marcas, só faz a cobertura. E já ouvíamos críticas semelhantes nos anos 90, quando houve o boom dos populares, modelos pelados com motor 1.0.

Como você viu, os tempos mudaram e a QUATRO RODAS se adaptou a eles. Mas uma coisa não mudou: o nosso compromisso em entregar a melhor informação possível, de maneira imparcial, isenta e aprofundada, sempre a serviço do consumidor.

E esta edição é a melhor prova disso. A começar pela capa exclusiva. Se você recebeu sua revista depois do habitual, pode pôr a culpa no Polo GTS, uma das maiores atrações do Salão do Automóvel. Tivemos que adiar o envio da revista à gráfica só para esperar o hatch sair do evento.

Para quem sente falta de emoção na veia, vai se deliciar com o comparativo entre Ford Mustang e Jaguar F-Type. E ainda tem mais adrenalina ao volante do Audi R8 V10 e BMW Série 8, recém-lançados na Europa.

De olho na segurança dos nossos leitores, há a reportagem exclusiva sobre o perigo dos automóveis modernos que acendem o painel e deixam o veículo rodar por aí de farol apagado.

E se faltam textos de manutenção do tipo “faça você mesmo”, há muita reportagem de serviço: caderno especial sobre óleo lubrificante, matéria que mostra por que o câmbio automatizado perdeu mercado e dicas para comprar um Corolla usado.

Pensando bem, a QUATRO RODAS ainda é a mesma de sempre.

Zeca Chaves
Redator-chefe
zeca.chaves@abril.com.br

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. After I originally commented I seem to have clicked on the -Notify me when new comments are added- checkbox and
    from now on whenever a comment is added I get 4 emails with the same comment.
    Is there an easy method you can remove me from that service?

    Many thanks!

  2. Tem maravilhoso que você está recebendo ideias deste
    post , bem como de nosso argumento fez neste lugar .