Por que os carros da Tesla rodam mais do que os outros elétricos?

Baterias de veículos da marca são mais eficientes do que as de outros modelos elétricos

O Model S pode rodar até 426 km sem precisar recarregar (Tesla Motors/Divulgação)

Por que os carros da Tesla têm uma autonomia maior quando comparados a outros veículos elétricos? – Rômulo Serafim, Belo Horizonte (MG)

A resposta é simples: deve-se basicamente ao conjunto de baterias dos Tesla, que é maior e superior ao dos rivais. Enquanto o BMW i3 tem uma bateria com capacidade de 19 kWh e o Nissan Leaf usa uma de 24 kWh (capazes de rodar menos de 137 km), o Tesla Model S atualmente utiliza conjuntos de 75 kWh (442 km) ou 100 kWh (542 km), disponibilizados nas versões 75D e P100D, respectivamente.

Outra vantagem é que os Tesla são projetados do zero para serem elétricos: assim, a bateria ocupa o maior espaço possível no veículo, que não precisa compartilhar plataforma ou peças com carros convencionais, como ocorre nas montadoras tradicionais.

Ricardo Takahira, diretor da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), diz que, como ela é uma empresa 100% centrada no armazenamento de energia, está focada não só na fabricação de seus automóveis elétricos, mas também em peças para motores e transmissões para modelos elétricos de outras marcas, como Mercedes e Toyota, além de outros produtos que são base para as baterias.

Portas dianteiras são comuns e as traseiras só abrem se a lateral estiver livre

O nada discreto Model X também tem autonomia superiores aos outros elétricos (Divulgação/Tesla)

Assim, a companhia consegue reduzir custos e incorporar tecnologias de ponta com mais rapidez. Além disso, a aerodinâmica dos carros é exemplar: o Cx do Tesla S é de 0,24, contra cerca de 0,29 de Nissan Leaf e BMW i3.

Recentemente, a Tesla lançou a versão 100D, ampliando a autonomia do Model S dos 542 km da P100D para 564 km.

Foi com um deles que um grupo de proprietários italianos rodou mais de 1.000 km (1.078 km, para ser mais exato) sem recarregar as baterias.

Italianos rodaram 1.078 km com uma única carga no Model S (reprodução/Internet)

A façanha foi conquistada seguindo algumas técnicas para poupar autonomia, como trafegar a uma velocidade constante de 40 km/h e frear apenas em situações extremamente necessárias. Outro truque foi utilizar pneus de baixa resistência ao rolamento, dica dada pelo próprio Elon Musk em junho.

O recorde, aliás, já foi reconhecido pelo CEO da Tesla,  que parabenizou os italianos em sua conta no Twitter.

As fabricantes já investem pesado para ampliar a autonomia dos próximos carros elétricos – um dos fatores que afastam muita gente deste tipo de veículo.

Autonomia do novo Leaf passa dos 370 km (Divulgação/Nissan)

A segunda geração do Nissan Leaf (cuja venda no Brasil foi confirmada durante o Salão de Tóquio) tem autonomia estimada em até 378 km sem recarregar.

Já o Chevrolet Bolt pode rodar até 383 km, mesmo utilizando uma bateria de apenas 60 kWh. Juntamente com o carro, o cliente leva um kit de recarga rápida que proporciona 145 km de autonomia em apenas 30 minutos plugado na tomada.

Recarga rápida de 30 minutos garante uma rodagem de 145 km

Recarga rápida de 30 minutos garante uma rodagem de 145 km (Divulgação/Chevrolet)

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s