Os supercarros que Felipe Massa possui na garagem

Com aposentadoria anunciada para o final de 2016, conheça alguns dos principais modelos que já passaram por sua garagem particular

Coleção de carros do Felipe Massa

Quando fizer sua última corrida de Fórmula 1 no final desse ano, Felipe Massa terá completado na carreira 252 corridas, sendo 11 vitórias (todas elas pela Ferrari), 41 pódios, 16 poles positions e 15 voltas rápidas. Além disso, alcançou o vice-campeonato no Mundial de 2008.

Enquanto ele decide se continuará competindo em outras categorias no futuro, certamente sobrará mais tempo para dirigir sua formidável frota de carros. Confira a seguir os modelos que o piloto de F-1 possui (ou já teve) na garagem.

Ferrari LaFerrari Ferrari LaFerrari

Ferrari LaFerrari  (/)

Ferrari LaFerrari

Massa já causou barulho nas redes sociais ao divulgar que possui uma LaFerrari na cor preta, com detalhes vermelhos nos para-choques, espelhos retrovisores, capa dos freios e interior. O hiperesportivo foi lançado em 2013, com um motor V12 6.3 aspirado atrelado a um propulsor elétrico que, somados, geram 963 cv de potência e torque máximo de 91,6 mkgf. Superlativo em todos os aspectos, o modelo acelera de 0 a 200 km/h em meros 7 segundos e alcança a máxima de 350 km/h.

 

Maserati Quattroporte GTS Maserati Quattroporte GTS

Maserati Quattroporte GTS  (/)

Maserati Quattroporte GTS

O brasileiro também já foi visto na Europa a bordo de um carro, digamos, mais família: um Maserati Quattroporte GTS. Lançado em 1963, o grande sedã atualmente está na sexta geração. Hoje porta um motor V8 3.8 biturbo de 530 cv e 78,3 mkgf de torque máximo e, mesmo em traje de gala, acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e atinge os 307 km/h.

 

Abarth 695 Tributo Ferrari Abarth 695 Tributo Ferrari

Abarth 695 Tributo Ferrari  (/)


Abarth 695 Tributo Ferrari 

Em 2010, Massa e o então companheiro de equipe Fernando Alonso ganharam da Ferrari uma espécie de chaveiro anabolizado do mundo dos esportivos: o Abarth 695 Tributo Ferrari, um das versões mais exclusivas e poderosas do simpático Fiat 500.

Feita em homenagem à Ferrari, trazia a exclusiva cor vermelha, além de rodas de 17 polegadas pintadas de cinza, emblemas alusivos à versão e interior com peso reduzido, com bancos concha e painel com inserções de fibra de carbono. O motor é o conhecido 1.4 turbo de 180 cv, que faz o Abarth 695 Tributo Ferrari ir da imobilidade aos 100 km/h em 7 segundos, além de atingir a máxima de 225 km/h.

 

Jeep Grand Cherokee SRT8 Ferrari Edition Jeep Grand Cherokee SRT8 Ferrari Edition

Jeep Grand Cherokee SRT8 Ferrari Edition  (/)

Jeep Cherokee SRT8 Ferrari Edition

Massa ganhou um Grand Cherokee SRT8 da Jeep em 2012, quando a marca norte-americana passou a integrar o grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles). Na época, tanto ele quanto Alonso ganharam unidades personalizadas, com a pintura vermelha clássica das Ferrari, rodas de 20 polegadas pintadas de preto, faixa preta na carroceria e emblemas com a bandeira da Itália.

Debaixo do capô do SRT8 há um motor V8 HEMI 6.4 de 476 cv e 64,2 mkgf de torque. O grandalhão acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,8 segundos. Nada mal para um SUV de mais de 2 toneladas.

 

Ferrari F40 e LaFerrari de Felipe Massa Ferrari F40 e LaFerrari de Felipe Massa

Ferrari F40 e LaFerrari de Felipe Massa  (/)

Ferrari F40

Achou que a LaFerrari era o suprassumo dos carros de Massa? Nada disso. O piloto brasileiro é proprietário de uma lendária Ferrari F40 – e inclusive já postou fotos no Instagram com os dois mitos lado a lado. Cada vez mais valorizada no mercado de supercarros usados), ela tem um V8 de 2,9 litros que gera 478 cv e 58,5 mkgf de torque e para muitos a melhor experiência ao volante da história dos supercarros.

 

Ferrari 599 GTB Fiorano Ferrari 599 GTB Fiorano

Ferrari 599 GTB Fiorano  (/)

Ferrari 599 GTB Fiorano

Na época que fazia parte da Scuderia Ferrari, Massa ainda teve um exemplar da 599 GTB Fiorano. A macchina era dotada de um V12 6.0 aspirado sob o capô, que desenvolve 620 cv e 62 mkgf de torque máximo. Não há informações se o piloto ainda mantém sua unidade. Mas depois do que vimos acima, convenhamos: ela não faria assim tanta falta.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Essa F40 está na Europa, correto? Pois no Brasil só tem uma.

  2. Luiz Henrique

    Luke