Clique e assine por apenas 8,90/mês

Os itens opcionais que mais valorizam seu carro

Em alguns modelos, a presença de opcionais pode valer o dobro na hora da revenda

Por Guilherme Fontana - Atualizado em 5 jun 2018, 22h18 - Publicado em 11 jan 2016, 18h25
Teto solar dava toque de classe e diferenciava o pequeno foguete
Itens opcionais, como teto solar, podem valorizar seu carro na hora da revenda Jader da Rocha/Quatro Rodas

Às vezes, escolher um opcional ao comprar um automóvel zero-quilômetro não depende de apenas de gosto pessoal, mas também da preferência do mercado. Isso se o futuro proprietário não quiser perder dinheiro na hora de revender o carro.

Um dos principais representantes desse cenário é o Ford Fusion. Atualmente, a versão Ecoboost, com motor 2.0, é vendida por R$ 125.900. Com teto solar, são apenas R$ 4.000 a mais, somando R$ 129.900.

Uma pesquisa feita por QUATRO RODAS mostrou que a diferença entre as versões (sem e com teto solar) pode mais do que dobrar no mercado de usados.

Como exemplo, considerando o mesmo ano/modelo de quilometragem próxima, um Fusion 2.5 sem o item pode ser encontrado por cerca de R$ 37.900, enquanto com o item, o valor de revenda chega a R$ 47.900.

Continua após a publicidade

O VW Golf, por sua vez, oferece o pacote Elegance por R$ 6.187, que inclui central multimídia com navegação, partida do motor por botão e seleção do perfil de condução à versão Highline.

Nesse caso, utilizando os mesmos padrões de comparação do Fusion, a diferença chega a R$ 10.000 nos modelos usados.

Seguindo a mesma lógica está o Chevrolet Tracker. Na versão Premier, ele dispõe do pacote 1SF, que sai por R$ 3.200 e acrescenta airbags duplo, laterais e de cortina, alerta de colisão frontal, e alerta de mudança de faixa.

No mercado de usados, porém, o investimento pode contar a seu favor: segundo nossa pesquisa, um Tracker com os equipamentos pode valer até R$ 10 000 a mais.

Publicidade