Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo VW Golf pé de boi com calotas mais parece um Golzão… De R$ 120.000

Nova versão de entrada do hatch médio na Europa tem soluções típicas dos populares de baixo custo no Brasil, mas ainda é bem mais tecnológica

Por Leonardo Felix - 27 abr 2020, 10h00
Novo Golf de entrada tem calotas nas rodas, mas faróis são de led Divulgação/Volkswagen

Motor de 90 cv. Câmbio manual de cinco marchas. Rodas de aço com calotas aro 15. Para-choques sem sensores de estacionamento ou luzes de neblina. Bancos de tecido. Assento do motorista sem regulagem de altura.

Parece que estamos descrevendo uma configuração qualquer do nosso VW Gol, mas na verdade falamos da recém-lançada versão de entrada da nova geração do Golf na Europa.

Sem nome, tal qual vem ocorrendo com as variantes mais básicas dos modelos da marca ao redor do mundo, ela é espartana e, em alguns aspectos, lembra muito um carro com apelo mais popular vendido no Brasil.

Nem sensores de estacionamento vêm de série neste Golf Divulgação/Volkswagen

Por 19.995 euros (mais de R$ 120.000), o Golf de entrada é empurrado pelo conhecido propulsor 1.0 três-cilindros turbo a gasolina (TSI), porém numa configuração mais mansa de 90 cv e 17,8 kgfm.

Continua após a publicidade

Se os números não parecem tão empolgantes – seu 0 a 100 km/h oficial é feito em quase 12 segundos -, nesta configuração o hatch médio promete um consumo de até 22 km/l.

Motor é o conhecido 1.0 TSI, mas em configuração de 90 cv e 17,8 kgfm Divulgação/Volkswagen

E, embora simples em alguns aspectos, o Golf basicão se distancia de um Gol “pé de boi” em diversos atributos.

No Golf de entrada, vidros, travas e retrovisores já são elétricos, assim como a assistência da direção e o freio de estacionamento. E o ar-condicionado é digital e automático.

Painel é simples, mas já dispõe de duas grandes telas digitais Divulgação/Volkswagen

Além disso, o modelo traz de série: faróis de led; quadro de instrumentos 100% digital; central multimídia de 8 polegadas com projeção de celulares; volante multifuncional; chave presencial; partida do motor por botão; alerta de mudança involuntária de faixa.

Continua após a publicidade

Achou pouco? Na Alemanha, a Volkswagen oferece cinco pacotes opcionais para o Golf básico.

Como num típico popular brasileiro, bancos do Golf de entrada são revestidos com tecido e não vêm ajuste de altura de fábrica Divulgação/Volkswagen

O mais barato é o Comfort (280 euros ou R$ 1.800), que inclui ajuste de altura aos bancos dianteiros, encosto de braço central e quatro entradas USB.

O kit de inverno (625 euros ou R$ 3.800) torna volante e bancos aquecíveis. Sensores de estacionamento dianteiros e traseiros saem por 580 euros (R$ 3.500).

Já as rodas de liga leve com 16 polegadas de diâmetro custam 980 euros (cerca de R$ 6.000). Junto a elas, o comprador pode gastar mais 200 euros (R$ 1.200) para incluir pneus de uso misto.

Continua após a publicidade

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da edição de maio da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

Publicidade