Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Peugeot 208 é o carro do ano na Europa. QUATRO RODAS foi jurada

Hatch francês chega ao Brasil ainda neste semestre, importado da Argentina

Por Daniel Telles - Atualizado em 3 mar 2020, 16h36 - Publicado em 3 mar 2020, 16h03
Novo Peugeot 208 somou 281 pontos, contra 242 do Tesla Model 3 e 222 do Porsche Taycan Divulgação/Peugeot

Próximo de chegar ao Brasil, o novo Peugeot 208 está fazendo sucesso na Europa. Em cerimônia realizada esta semana na Suíça, o hatch francês desbancou Tesla Model 3 e Porsche Taycan para ser eleito o carro europeu do ano em 2020.

Realizado desde 1964, o prêmio é o mais importante do velho continente e tem, entre seus jurados, o jornalista português Joaquim Oliveira, colaborador exclusivo de QUATRO RODAS no Brasil.

Painel com navegador 3D e central multimídia de até 10 polegadas é ponto forte do hatch Divulgação/Peugeot

O novo 208 europeu conta com algumas opções de motorização. O modelo pode ter o propulsor 1.2 Puretech, a gasolina, de 75, 100 ou 130 cavalos, atuando em conjunto com câmbio manual de cinco ou seis marchas, ou automático de oito relações.

Há ainda opção de motor diesel 1.5 BlueHDi de 100 cv, com câmbio manual e ainda uma versão com motor totalmente elétrico de 136 cv de potência e 26,5 kgfm de torque.

Continua após a publicidade

Por aqui, no entanto, a Peugeot deve continuar oferecendo os motores flex aspirados 1.2 de três cilindros (90 cv) e 1.6 de quatro cilindros (122 cv) da geração atual.

A novidade mais aguardada (mas ainda não confirmada) é a estreia do 1.2 turbo flex, com potência que deve ultrapassar a casa dos 130 cavalos.

Peugeot deve trazer para o Brasil o inédito propulsor 1.2 turbo de mais de 130 cv Divulgação/Peugeot

A versão elétrica já foi vista rodando em testes no Brasil. A Peugeot não confirma oficialmente a vinda do modelo, mas há a possibilidade real de o hatch eletrificado ser vendido por aqui.

O novo Peugeot 208 já está em produção na fábrica da marca em La Palomar, Argentina, e deve ser lançado no Brasil ainda no primeiro semestre, provavelmente no mês de maio.

Publicidade