Nova geração do Mercedes-Benz CLS adota sistema elétrico de 48V

Cupê estreia nova linguagem de design da marca, novo motor de seis cilindros e agora carrega cinco pessoas

mercedes-benz cls 450 Faróis estreitos e triangulares marcam a estreia da nova linguagem de estilo da Mercedes

Faróis estreitos e triangulares marcam a estreia da nova linguagem de estilo da Mercedes (Divulgação/Mercedes-Benz)

A Mercedes-Benz apresentou a segunda geração do CLS, o cupê de quatro portas que estreou o próprio segmento. Em sua segunda geração, o modelo será a grande atração da Mercedes no Salão de Los Angeles, que começa nesta sexta-feira.

O lançamento no Brasil está previsto para o segundo semestre de 2018.

mercedes-benz cls 450 A grade está mais vertical nesta nova geração

A grade está mais vertical nesta nova geração (Divulgação/)

O CLS foi o modelo escolhido para inaugurar a nova linguagem de design da Mercedes, representada pelos faróis triangulares e estreitos que avançam na direção da lateral. A grade dianteira segue o mesmo formato de outros carros, mas está mais vertical.

mercedes-benz cls 450 As marcantes janelas arqueadas estão mantidas

As marcantes janelas arqueadas estão mantidas (Divulgação/Mercedes-Benz)

As laterais mantiveram o perfil clássico do CLS, com janelas arqueadas, mas desta vez o terceiro volume está mais definido. Além disso, os designers eliminaram o vinco que marcava as caixas de roda traseiras. Ele nunca esteve tão perto de ser um sedã.

mercedes-benz cls 450 Lanternas estreitas e com cortes mais retos são completamente diferentes das usadas em outros Mercedes

Lanternas estreitas e com cortes mais retos são completamente diferentes das usadas em outros Mercedes (Divulgação/Mercedes-Benz)

As enormes lanternas traseiras que acompanhavam o CLS desde seu lançamento, em 2004, deram lugar a um conjunto mais discreto. Além de serem menores e estreitas, as lanternas tem cortes retos. Por outro lado, conferem identidade ao modelo enquanto todos os cupês da Mercedes são iguais entre si.

mercedes-benz cls 450 Agora a traseira está mais definida no perfil do CLS

Agora a traseira está mais definida no perfil do CLS (Divulgação/Mercedes-Benz)

Derivado do Classe E, o CLS tem interior parecido com o do irmão. Mas os bancos têm forração de couro costurada a mão e suas saídas de ar são iluminadas. Elas estão combinadas com a iluminação ambiente com 64 opções de cores.

mercedes-benz cls 450 A tela que substitui o quadro de instrumentos será opcional

A tela que substitui o quadro de instrumentos será opcional (Divulgação/Mercedes-Benz)

Outra função legal é que a iluminação ambiente pode variar brevemente de acordo com a temperatura do ar-condicionado. Fica vermelha se aumentar a temperatura ou azul se ficar mais frio.

O número de lugares aumentou. Esta também é a primeira vez que o Mercedes CLS tem cinco lugares. Até então um console ocupava espaço central do banco traseiro.

mercedes cls Iluminação ambiente pode acompanhar a temperatura do sistema de ar-condiciconal

Iluminação ambiente pode acompanhar a temperatura do sistema de ar-condiciconal (divulgação/Mercedes-Benz)

Em tecnologia, o novo CLS pega emprestado tecnologias do novo Mercedes Classe S. Isso significa que ele tem a última geração de sistemas de assistência de condução, com controle de velocidade adaptativo, assistente de manutenção em faixa e sistema de frenagem autônomo. Faróis full-led Ultra Range (com alcance de mais de 650 metros) também são oferecidos.

mercedes-benz cls 450 Modelo tem lançamento no Brasil previsto para o segundo semestre de 2018

Modelo tem lançamento no Brasil previsto para o segundo semestre de 2018 (Divulgação/Mercedes-Benz)

Mas o grande diferencial deste Mercedes não é visível: o sistema elétrico é de 48 volts, semelhante ao do Audi A8. Com ele o CLS pode usar um mesmo motor elétrico para dar partida no motor e auxiliar o motor a combustão, além de recarregar as baterias.

Este sistema trabalha em conjunto com o único motor a gasolina disponível para o Mercedes CLS por enquanto. É um seis-cilindros em linha 3.0 de 370 cv e 51 mkgf de torque, enquanto o motor elétrico gera mais 22 cv e 25,5 mkgf.

mercedes-benz cls 450

 (Divulgação/Mercedes-Benz)

O câmbio é um novo automático de nove marchas, que envia a força dos motores para o sistema de tração integral. A Mercedes anuncia 0 a 100 km/h em 4,8 segundos.

Mais potente, o Mercedes-AMG 53 será apresentado no Salão de Detroit, em janeiro. Também híbrido, ele deverá ter potência ao redor dos 430 cv. 

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. EDUARDO MARTINS DOS REIS

    Sinceramente, mais do mesmo. O novo A7 manda esse CLS para a idade da pedra. DRL e lanternas com assinatura bem sem graça. A Mercedes pode fazer melhor!