Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novo Mercedes-Benz EQS quer ser alternativa elétrica a suntuoso Classe S

Novo EQS é sedã de luxo elétrico com autonomia de até impressionantes 760 km entre recargas

Por Igor Macario Atualizado em 11 Maio 2021, 13h58 - Publicado em 17 abr 2021, 11h21
eqs
EQS tem linhas muito elegantes e pintura em dois tons para versão de lançamento Divulgação/Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz finalmente revelou por completo o EQS, seu primeiro sedã totalmente elétrico. O EQS tem a ambição de ser uma alternativa elétrica ao Classe S, com muito luxo e tecnologia para cumprir essa tarefa.

Clique aqui e assine Quatro Rodas por apenas R$ 8,90 

Por enquanto, são duas versões do modelo, a EQS 450 e a 580. A primeira tem tração traseira e 330 cv entregues por um único motor. Segundo a Mercedes, essa configuração leva o EQS de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos. Já a 580 tem dois motores e 525 cv, que diminui o tempo de aceleração para 4,3 segundos.

eqs
Perfil é mais esportivo que do Classe S Divulgação/Mercedes-Benz

A marca já confirmou que trabalha numa versão ainda mais poderosa, com cerca de 720 cv, possivelmente com a chancela AMG, mas ainda sem data para lançamento.

As duas versões lançadas agora têm velocidade máxima limitada a 210 km/h, para conter o consumo de carga das baterias. Aliás, a autonomia impressiona, com ambos chegando a rodar nada menos que 760 km com uma carga. Os números são para as baterias de 107,8 kWh. Uma versão menor, com 90 kWh, também estará disponível posteriormente.

Continua após a publicidade
eqs
Todas as luzes são de LED Divulgação/Mercedes-Benz

O sistema de monitoramento de carga é inteligente e pode dizer não apenas onde recarregar, mas quando recarregar, de modo a tornar as viagens mais eficientes. O sistema pode indicar, por exemplo, fazer duas recargas mais rápidas, em vez de uma completa, para economizar tempo.

  • Do Classe S, o EQS trouxe o sistema de head-up display com realidade aumentada, e o eixo traseiro direcional com quase exagerados 10 graus de rotação das rodas. O sistema, opcional, deixa o EQS com o mesmo diâmetro de giro de um compacto Classe A.

    eqs
    Painel pode ter até três telas em face única de vidro Divulgação/Mercedes-Benz

    Há ainda sistema de condução semiautônoma capaz de permitir que o motorista retire as mãos do volante completamente a velocidades de até 60 km/h.

    eqs
    Sistema é opcional e se chama Hyperscreen Divulgação/Mercedes-Benz

    A cabine já havia sido revelada, com o super futurista painel Hyperscren, com três telas, 8 CPUs e 24 GB de memória RAM só para rodar todos os sistemas. De série, o setup é mais convencional, com apenas uma tela à frente do motorista, de 12,8 polegadas.

    Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

    Capa Quatro Rodas 744 Abril 2021
    Arte/Quatro Rodas
    Continua após a publicidade
    Publicidade