Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Novo McLaren F1 terá motor V8

Presidente da empresa diz que época do motor V12 "já passou"

Por Márcio Murta Atualizado em 9 nov 2016, 11h59 - Publicado em 6 ago 2012, 21h03
fabricantes

A revista holandesa Autovisie divulgou nesta segunda-feira (6) que o sucessor do McLaren F1 não utilizará motor V12. Segundo a informação, o presidente da McLaren, Antony Sheriff, afirmou que todos os próximos veículos da empresa utilizarão propulsor de apenas oito cilindros, também dispostos em “V”. “O motor V12 é coisa do passado e agora pertence a um museu”, disse Sheriff ao informativo.

Ainda de acordo com a notícia, Sheriff afirmou em entrevista que a motorização V12 oferece diversos empecilhos nos dias de hoje. “É quase impossível desenvolver um propulsor V12 eficaz, que atenda aos consumidores e às normas do governo. Um motor muito grande tem muito atrito interno. Os cilindros extras indicam um maior tamanho, peso e cerca de 30% mais emissões de CO2. O desempenho pode até ser melhor do que o V8 sobrealimentado, mas isso prejudica a dirigibilidade”, disse Sheriff à Autovisie.

Segundo a revista, Sheriff também teria informado que a marca já está com um sistema híbrido “agendado” para lançamento, e que a motorização V6 é uma opção futura. “Eles são mais leves e compactos, o que também permite um carro mais leve. Se lançarmos um seis cilindros, ele será o melhor produzido”, finalizou.

McLaren F1

O McLaren F1 foi lançado em 1992 e detém o título de mais veloz veículo aspirado do mundo até os dias de hoje. Seu 6.1 V12 foi desenvolvido pela divisão esportiva da BMW, M, e é capaz de gerar 627 cv e 66,4 mkgf de força. Com carroceria de fibra de carbono (o que significa baixo peso), o modelo acelera de 0 a 96 km/h em 3s1 e atinge a velocidade máxima de 386 km/h.

Continua após a publicidade

Publicidade