Novo BMW M5 tem tração traseira ao toque de um botão

Com câmbio automático e tração integral, ele ficou ainda mais rápido e brutal

Sim, saídas de traseira ainda são possíveis com o novo BMW M5. A parte externa do teto agora é feita em plástico reforçado com fibra de carbono

Sim, saídas de traseira ainda são possíveis com o novo BMW M5. A parte externa do teto agora é feita em plástico reforçado com fibra de carbono (Divulgação/BMW)

É provável que a BMW tenha criado um departamento em Munique (Alemanha) só para atender entusiastas enfurecidos a cada quebra de paradigma que a fabricante promove.

E, se depender do novo M5, essa área terá trabalho a partir de hoje, já que o sedã esportivo agora tem câmbio automático convencional e tração integral.

A BMW optou por aposentar a antiga caixa automatizada de dupla embreagem e sete marchas pois concluiu que o câmbio da ZF de oito marchas é tão rápido e eficiente que já se equipara aos sistemas robotizados – com a vantagem de conseguir lidar com mais força.

No caso do novo M5, o V8 4.4 biturbo (herdado do X5 M) de 600 cv agora chega aos 76,5 mkgf entre 1.800 a 5.600 rpm. Pelo mesmo motivo a marca incluiu o sistema de tração integral xDrive, aproveitando o máximo dos quatro pneus para acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos (uma redução bem considerável para os 4,4 segundos da geração anterior), com velocidade máxima de 305 km/h.

Escapes com ponteiras quádruplas podem alterar o som do motor conforme o perfil de condução escolhido

Escapes com ponteiras quádruplas podem alterar o som do motor conforme o perfil de condução escolhido (Divulgação/BMW)

Como não adianta reforçar que os sistemas eletrônicos só enviam força para os pneus dianteiros quando os traseiros já foram para o espaço, a BMW incluiu no M5 a opção de desacoplar o eixo dianteiro, tornando o modelo um 4×2 ao toque de um botão.

Fizeram até vídeos com o M5 fazendo drifts para “provar” que o modelo não se tornou menos prazeroso de dirigir.

Interior repete as principais linhas do novo Série 5, mas ganhou revestimentos, volante e bancos exclusivos

Interior repete as principais linhas do novo Série 5, mas ganhou revestimentos, volante e bancos exclusivos (Divulgação/BMW)

A reformulação promovida pela divisão Motorsport, como de praxe, foi muito além dos para-choques anabolizados e rodas enormes (19″ de série, 20″ opcionais). A marca afirma ter retrabalhado toda a suspensão dianteira, de braços A sobrepostos, além de trocar buchas e batentes do sistema multibraço na traseira para lidar com a maior carga em acelerações e frenagens impostas pelo modelo.

Motor V8 4.4 adota dois turbos entre as bancadas de cilindros para chegar aos 600 cv e 76,5 mkgf

Motor V8 4.4 adota dois turbos entre as bancadas de cilindros para chegar aos 600 cv e 76,5 mkgf (Divulgação/BMW)

No interior há apliques vermelhos no console central, forrações com costuras contrastantes, painel digital e sistema multimídia com controle por gestos. Bancos de couro e volante são exclusivos – este último inclui novos botões para os perfis eletrônicos personalizáveis M1 e M2.

Os pneus são 275/40 R19 na dianteira e 285/40 R19 na traseira. Freios de carbono-cerâmica e rodas de 20″ são opcionais

Os pneus são 275/40 R19 na dianteira e 285/40 R19 na traseira. Freios de carbono-cerâmica e rodas de 20″ são opcionais (Divulgação/BMW)

Além deste dois modos ajustáveis, o M5 adota as configurações encontradas em outros modelos da marca: Comfort, Sport e Sport+. Entre os inúmeros parâmetros ajustáveis estão o peso e relação da direção eletroassistida, velocidade de trocas de marcha, firmeza da suspensão, atuação do ESC (que pode ser totalmente desligado), do diferencial traseiro e do sistema de tração integral.

Série especial First Edition tem cor exclusiva, grade escurecida e será limitada a 400 unidades numeradas

Série especial First Edition tem cor exclusiva, grade escurecida e será limitada a 400 unidades numeradas (Divulgação/BMW)

O novo BMW M5 será apresentado ao público pela primeira vez durante o Salão de Frankfurt, em setembro. O modelo chegará ao Brasil em 2018 para disputar o mesmo nicho dos novos Mercedes-AMG E63 e Audi RS 7 Performance.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s