Clique e assine por apenas 8,90/mês

Novo Audi RS 7 acelera como um GT, mas com conforto de sedã executivo

Marca apresenta em Frankfurt a maior e mais larga geração do Sportback. Também mostra um conceito que combina condução autônoma e off-road

Por Daniel Telles - Atualizado em 10 set 2019, 17h38 - Publicado em 10 set 2019, 17h33
Audi R7 Sportback cresceu, mas não deixa a desejar em potência Divulgação/Audi

O salão de Frankfurt foi o cenário escolhido pela Audi para revelar a nova geração do RS 7 Sportback. Atendendo a pedidos dos clientes, a marca alemã decidiu deixar o esportivo mais confortável.

Agora maior, com pouco mais de 5 metros de comprimento e 1,95 m de largura, o novo RS 7 só divide com o A7 convencional teto, capô, portas dianteiras e tampa do porta-malas.

Mesmo assim, as rodonas de 21 polegadas de série e a tração integral não deixam o modelo negar sua alma esportiva.

Novo RS7 foi uma das atrações no stand da Audi em Frankfurt Reprodução/Audi

Sob o capô, a nova geração do RS7 é equipada com o mesmo propulsor 4.0 V8 TFSI biturbo de 600 cv da geração anterior, capaz de levá-lo de 0 a 100 km/h em apenas 3,6 segundos.

Continua após a publicidade

Em conjunto, está acoplado o câmbio automático Tiptronic de 8 marchas, com função de controle de arrancada.

Para combinar desempenho e eficiência, a Audi implementou um sistema híbrido-leve de 48V capaz de desligar os cilindros e mover o carro em velocidade entre 55 e 165 km/h apenas com força elétrica.

Com toda pinta de Gran Tourer, modelo pode receber agora até um terceiro assento Reprodução/Audi

O modelo ainda recebe, de série, suspensão pneumática adaptativa que reduz a altura do carro conforme sua velocidade.

No interior, design arrojado com cara de esportivo. O destaque fica por conta da possibilidade do cliente optar por um modelo com três assentos atrás.

Continua após a publicidade

Outro ponto forte é a tela RS Monitor que passa ao motorista detalhes como força G, pressão do turbo, tempo de volta e informações sobre pressões e temperaturas dos pneus.

Motorista agora recebe informações detalhadas sobre o desempenho do carro por meio de seu RS Monitor Reprodução/Audi

O modelo começa a ser vendido na Europa no primeiro trimestre de 2020. A expectativa é que apareça no Brasil em 2021.

Off-road autônomo

Também em Frankfurt, a Audi revelou o conceito AI: Trail quattro, um veículo autônomo para quatro passageiros quando no asfalto, mas com promessa de funcionar muito bem off-road, desde que haja um piloto comandando.

Audi AI:TRAIL quattro é um 4×4 automatizado reprodução/Audi

Segundo a marca alemã, a intenção do veículo seria explorar a natureza.

Continua após a publicidade

Por isso a ausência de telas e displays a bordo e a existência de uma imensa cápsula de vidro que se extende por todo o veículo e permite aos ocupantes enxergar todo o entorno.

No lugar dos faróis, drones iluminam o caminho à frente. E o motor é totalmente elétrico com 435 cv de potência e 102 kgfm de torque.

Drones fazem às vezes de faróis Reprodução/Audi

No entanto, o modelo só é automatizado em nível 4 (aquele em que o motorista não precisa fazer quase nada) quando estiver rodando no asfalto.

Em pistas de terra, a dirigibilidade pode cair para o nível 3 (capaz de dirigir de forma autônoma mas com o motorista podendo assumir a qualquer sinal de alerta) ou até para o nível 2 (direção assistida).

Publicidade