Clique e assine com até 75% de desconto

Novas picapes Renault, Nissan e Mercedes têm data para ficar prontas

O desenvolvimento conjunto termina em 2017 e as estreias começam a chegar às lojas em 2018

Por Paulo Campo Grande Atualizado em 23 nov 2016, 20h21 - Publicado em 24 dez 2015, 13h09
Renault Alaskan
A picape-conceito Alaskan sinaliza como será a nova Renault

A fábrica da Renault na Argentina se tornou o Q.G. de desenvolvimento das novas picapes médias da Renault, da Nissan e da Mercedes-Benz, fruto da parceria do Grupo Renault-Nissan com a Daimler. A base do projeto é a da nova Frontier, que já foi lançada em outros mercados mas passa por mudanças.

O prazo para a conclusão dos trabalhos na Argentina é 2017, mas esse não é o fim dos projetos. O desenvolvimento final de engenharia (motor e transmissão) assim como conteúdo, acabamento e detalhes de design caberão a cada marca. Pelo acordo, a fábrica da Renault- Nissan na Argentina vai produzir chassi e carroceria das três picapes, mas a montagem final fica sob responsabilidade de cada empresa.

Renault (Alaskan) e Nissan devem chegar ao mercado em 2018. Mas, um ano antes, a Nissan vai vender no Brasil a Frontier feita no México. A picape da Mercedes que está sendo chamada de GLT é a que vai levar mais tempo. Sua estreia deve acontecer somente em 2019, já como linha 2020. Neste momento, a Mercedes acompanha o trabalho dos argentinos de perto, enquanto colhe informações sobre condições de rodagem e preferências dos consumidores nos diferentes mercados onde pretende oferecer a picape.

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade