Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Nova encarnação do Grand Wagoneer será o SUV mais luxuoso da Jeep

Modelo que chega depois de 2019 deve encarar SUVs de Porsche, Bentley e Range Rover

Por Vitor Matsubara Atualizado em 23 nov 2016, 21h20 - Publicado em 11 jul 2016, 15h42
Jeep Grand Wagoneer
A dupla de SUVs foi comercializada entre as décadas de 60 e 90 Acervo/Quatro Rodas

O CEO da Jeep, Mike Manley, admitiu que os futuros Wagoneer e Grand Wagoneer serão os modelos mais caros vendidos pela marca. Ambos serão lançados somente depois de 2019 como opções requintadas acima do Grand Cherokee – os SUVs, aliás, serão baseados justamente neste modelo.

“Historicamente, o nome Wagoneer representa o máximo de luxo no universo Jeep, mas com diferentes níveis de requinte. Pensando assim, você pode imaginar que o Wagoneer será um veículo realmente premium e o Grand Wagoneer te levará a um nível ainda mais elevado no que diz respeito a luxo. Seria assim que eu posicionaria estes modelos em nossa linha”, declarou o executivo.

Quando o novo Wagoneer chegar às ruas, quase 30 anos se passarão após o fim da produção do modelo original – comercializado entre 1963 e 1991, quando foi substituido justamente pelo Grand Cherokee. O Wagoneer é considerado o primeiro SUV 4×4 de luxo do planeta, lançado sete anos antes que o primeiro Range Rover. A produção da dupla de SUVs será realizada na planta de veículos utilitários da FCA, em Detroit, nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Publicidade