Nissan Kicks feito no Brasil já está mais caro

Agora partindo de R$ 71.990, o modelo ficou até R$ 2.090 mais caro e pode ultrapassar os R$ 100.000 na versão topo de linha

Kicks S com câmbio CVT é uma das boas novidades da nacionalização (Nissan/Divulgação)

A nacionalização fez bem ao Nissan Kicks: o modelo ganhou novas versões e cores, resultando em números maiores de vendas. Porém, é chegada a hora da má notícia. O Kicks fabricado no Brasil acaba de sofrer seu primeiro aumento, que pode ser de até R$ 2.090. Agora, o SUV não sai por menos de R$ 71.990 e pode ultrapassar a barreira dos R$ 100.000 dependendo da versão.

Os maiores aumentos vão logo para a configuração de entrada, S, com câmbio manual. Antes vendida por R$ 70.500, agora ela parte de R$ 71.990. Com o pacote Safety, ela passa para R$ 73.190, ou R$ 2.090 a mais em relação aos R$ 71.100 cobrados anteriormente. Com transmissão CVT, o Kicks S ficou R$ 1.290 mais caro.

Com mais opções de versões e cores, o Kicks nunca foi tão bem nas vendas (Nissan/Divulgação)

No caso da versão intermediária, SV, o reajuste foi de R$ 1.390 ─ com ou sem o pacote opcional Plus, que deixa o modelo R$ 3.000 mais caro. Ou seja, o Kicks SV parte de R$ 86.990 sem os itens adicionais. Os menores acréscimos ficaram na topo de linha, SL. Sem opcionais, ela passou a custar R$ 95.990 iniciais, contra R$ 98.390 da versão com pacote Tech.

Para passar dos R$ 100.000, basta escolher o interior de couro (bege ou marrom) por R$ 500 e a pintura em dois tons (com teto contrastante) por R$ 1.550 – totalizando R$ 100.440. Nas demais versões, a pintura metálica custa R$ 1.350.

O QUE TEM EM CADA PACOTE OPCIONAL?

Antes oferecido apenas na versão topo de linha, SL, com pacote de equipamentos fechado, o Kicks ganhou duas novas configurações quando passou a ser feito em Resende (RJ): S e SV (esta última substituindo a antiga SV Limited). Juntamente vieram três pacotes opcionais diferentes, cada um destinado a uma versão específica, uma vez que seus itens tornam-se de série nas versões mais caras.

Versão mais cara, SL, pode ter revestimentos de couro bege ou marrom (Nissan/Divulgação)

O Pack Safety (R$ 1.200) pode equipar apenas o Kicks S com câmbio manual. Ele acrescenta ao modelo os controles de estabilidade e tração e o assistente de partida em rampas, presentes quando há o câmbio CVT. Já o Plus (R$ 3.000), disponível para o Kicks SV (já equipado com os itens do Safety), inclui bancos de couro e airbags laterais e de cortina.

Por fim, a configuração SL pode levar o Pack Tech (R$ 2.400), com assinatura em LED nos faróis e alerta de colisão com assistente inteligente de frenagem.

MODELO/VERSÃO PREÇO ANTERIOR (AGO) NOVO PREÇO (SET)/AUMENTO
Kicks S MT R$ 70.500 R$ 71.990 (+ R$ 1.490)
Kicks S MT + Pack Safety R$ 71.100 R$ 73.190 (+ R$ 2.090)
Kicks S CVT R$ 79.200 R$ 80.490 (+ R$ 1.290)
Kicks SV CVT R$ 85.600 R$ 86.990 (+ R$ 1.390)
Kicks SV CVT + Pack Plus R$ 88.600 R$ 89.990 (+ R$ 1.390)
Kicks SL CVT R$ 94.900 R$ 95.990 (+ R$ 1.090)
Kicks SL CVT + Pack Tech R$ 97.300 R$ 98.390 (+ R$ 1.090)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Claudio Fiorini

    100 mil e não tem nem uma porcaria de piloto automático !!!!! Carro pra brasileiro mesmo.

  2. Andrey Welmer

    Como ando, quase 100%, na cidade, a falta de piloto automático e freios a disco, não me fez a mínima diferença, mas a situação está mudando, muito rapidamente!
    Sou PCD e as opções estão diminuindo, cada vez mais. Além da perda do Corolla e Creta, sem nem pensar na caristia da Honda, por enquanto, o Kicks surgiu como sendo uma compra mais promissora, pensando na valorização da marca.
    Se alguém lhes procurar, com a história de que o teto de 70 mil, tem que ser reajustado, não caiam nessa! Os preços de nossos carros é que estão ficando astronômicos. Parece que todos querem copiar a receita da Honda!
    😦