Clique e assine por apenas 8,90/mês

Nissan IDS concept: um elétrico onde o condutor escolhe se vai dirigir ou não

Com piloto automático acionado, cabine se transforma em sala de estar

Por Rodrigo Furlan - Atualizado em 9 nov 2016, 14h44 - Publicado em 28 out 2015, 11h14
fabricantes

A Nissan também está investindo no desenvolvimento da tecnologia autônoma. E um dos primeiros exemplos disso é o IDS concept, lançamento da marca exibido no Salão de Tóquio de 2015. Além de ser dotado de motorização elétrica, o que faria dele uma opção ecologicamente correta se chegasse ao mercado, o modelo possui um sistema de autopilotagem consideravelmente sofisticado.

nissan-ids-concept-2.jpeg

Na verdade, o motorista pode escolher entre dois modos de condução. No Manual, ele detém todo o controle, contando com a assistência de um head-up display, luzes de ambiente de LED na cor azul e disposição dos bancos ortodoxa. Em outras palavras, para todos os ocupantes, a experiência na cabine ocorre como em qualquer carro da atualidade.

Por outro lado, se o modo Piloted for escolhido, tudo se transforma. Em primeiro lugar, o volante é recolhido automaticamente, sendo projetada em seu lugar uma tela de comando. Além disso, os bancos ganham outra configuração (ficam recuados), bem como as luzes internas, de modo a transformar o interior numa verdadeira sala de estar.

nissan-ids-concept-3.jpeg

Sobre a motorização elétrica em si, a Nissan não informou qual é a potência oferecida pelo elétrico. No entanto, o IDS concept é equipado com um pacote de baterias de íon-lítio de 60 kWh, que, de acordo com a marca, é capaz de levar o veículo a longas jornadas – sem especificar a autonomia exata. Essa condição é também explicada pela utilização de fibra de carbono na carroceria, o que permite a redução do peso total do veículo. Além disso, os pneus são de baixa resistência à rolagem.

Continua após a publicidade

VEJA MAIS– Nissan promete carros autônomos até 2020– Nissan e Nasa trabalham em parceria para desenvolver veículos autônomos

Publicidade