Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Mulally pode deixar Ford, diz agência

CEO é cotado para comandar a Microsoft

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h42 - Publicado em 6 set 2013, 20h54
mercado

O atual CEO da Ford, Alan Mulally, pode deixar seu cargo antes do esperado. Segundo informações da agência de notícias Reuters, Mulally deveria permanecer no comando da empresa pelo menos até o fim de 2014. No entanto, fontes ligadas à Ford afirmam que o conselho administrativo da empresa está disposto a permitir que ele saia antes do esperado em busca de novas oportunidades, caso seja sua vontade.

A diretoria da Ford só teria concordado em liberar Mulally antes do término de seu contrato por entender que o executivo foi decisivo no plano de reestruturação da marca. Desde 2006 no posto, o atual CEO teria sido fundamental para evitar a falência da empresa. No mesmo ano em que assumiu o comando da Ford, a marca havia amargado um prejuízo de 12,7 bilhões de dólares. A saída de Mulally, aliás, seria tão iminente que a montadora já teria procurado seu atual diretor de operações, Mark Fields, para assumir o comando.

Diante desta situação, a única condição imposta pela Ford para permitir sua saída é determinar em quanto tempo Mulally pretende deixar a empresa. Não se sabe ao certo qual seria o destino do executivo: enquanto uns dizem que ele pode assumir um cargo no governo de Barack Obama, outros garantem que Alan é cotado para suceder o atual CEO da Microsoft Corp, Steve Ballmer, que se aposentará em um ano.

Procurado pela Reuters para falar sobre seu futuro, Mulally limitou-se a dizer que está “absolutamente focado em servir à Ford”.

Continua após a publicidade

Publicidade