Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Motorista que não for multado por um ano pode ganhar R$ 300.000

Condutores paulistanos que passarem 12 meses sem serem autuados concorrerão a prêmios em dinheiro

Por Isadora Carvalho Atualizado em 1 mar 2018, 16h23 - Publicado em 1 mar 2018, 16h10
Condutor que ficar 12 meses sem ser multado pode ganhar prêmio
Condutor que ficar 12 meses sem ser multado pode ganhar prêmio reprodução/Quatro Rodas

Ficar mais de um mês sem receber uma multa já é motivo de comemoração para muitos. Se esse prazo se estender para um ano a festa está garantida.

Agora, se esse feito acontecer em São Paulo, o condutor pode ganhar até R$ 300.000 de bonificação. Confira a nossa seleção de sete truques para não tomar multas.

O programa da Prefeitura de São Paulo, batizado de Motorista Legal, pretende distribuir prêmios em dinheiro e produtos aos motoristas que ficarem por 12 meses sem serem autuados.

Os motoristas responsáveis concorrerão a sorteios, mas para isso deverão fazer um cadastro no site da Prefeitura.

“A ideia é estimular o bom comportamento. Não pela sanção, mas pelo estímulo positivo”, disse em entrevista, Sérgio Avelleda, Secretário Municipal de Transportes.

Segundo Avelleda, o programa foi inspirado no rodízio voluntário praticado em Seul, capital da Coreia do Sul.

Continua após a publicidade

Os condutores coreanos que deixarem seus carros um dia útil por semana na garagem, ganham benefícios como: desconto em taxa municipal, em pedágios, combustível e produtos automotivos.

A CNH e o renavam do veículo devem estar livres de multas no período de um ano
A CNH e o renavam do veículo devem estar livres de multas no período de um ano Mauro Souza/Quatro Rodas

Como funciona

O projeto está em fase de formatação e será realizado por meio de parceria com empresas privadas.

Em breve será publicado no Diário Oficial um chamamento para as empresas que quiserem patrocinar.

Para participar o motorista deverá cadastrar-se no site oficial da prefeitura e preencher alguns requisitos: não pode ter multas registradas em seu nome e nem no carro que lhe pertence – para evitar que seja feita a troca de pontos na CNH, segundo a Prefeitura.

“A ideia é que o valor do prêmio principal sirva para incentivar os motoristas a mudarem seus hábitos e, com isso, contribuírem para aumentar a segurança do trânsito. Além de dinheiro, os condutores sorteados poderão ser contemplados com outros prêmios”, diz a nota oficial da prefeitura.

Continua após a publicidade

Publicidade