Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

MotoGP: Pedrosa vence GP de Portugal

Depois de operar a clavícula Dani Pedrosa vence a MotoGP em Estoril

Por Marcelo Brettas Atualizado em 9 nov 2016, 11h51 - Publicado em 1 Maio 2011, 12h53
Dani Pedrosa

Durante toda a prova da MotoGP, disputada no circuíto de Estoril, em Portugal, terceira etapa do Mundial de Motovelocidade, a luta pela liderança ficou entre o atual campeão do mundo o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Team) e Dani Pedrosa (Repsol Honda), que ainda correu com os pontos cirúrgicos de uma operação na clavícula realizada logo após a prova da Espanha para retirada da placa de titânio que pressionava os seus nervos causando dores no braço.

Lorenzo liderou toda a prova, mas faltando quatro voltas para o final Pedrosa o ultrapassou e foi abrindo uma boa frente até cruzar a linha de chegada com tranquilidade e mais de três segundos de vantagem sobre seu compatriota. A terceira colação ficou com o australiano Casey Stoner (Repsol Honda), que fez uma corrida solitária. Já a disputa pela quarta colocação foi feroz com Andrea Dovizioso superando o italiano Valentino Rossi (Ducati Team) em cima da linha de chegada por dois centésimos de segundo. O italiano Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) que havia dominado os treinos de sexta-feira e conquistado a segunda colocação na disputa pela pole, abusou mais uma vez e voltou a cair como já ocorrera no GP da Espanha.

Lorenzo segue liderando o campeonato de MotoGP com 65 pontos, mas agora com uma vantagem de apenas 4 pontos sobre Pedrosa. Stoner está na terceira colocação (41 pontos) e Rossi é o quarto (31 pontos), seguido de perto por Hayden e Dovizioso, ambos com 30 pontos.

A 125 cc, que foi a última categoria disputada em Portugal, o espanhol Nicolas Terol (Bankia Aspar) mais uma vez mostrou a sua superioridade e não teve trabalho para vencer a prova e seguir com 100% de aproveitamento. O alemão Sandro Cortese (Intact Racing Team Germany) ficou com a segunda colocação, enquanto o francês Johann Zarco (Avant-AirAsia-Ajo) ficou em terceiro com uma vantagem de dois milésimos sobre o espanhol Maverick Viñales (Blusens by Paris Hilton Racing). No campeonato Nico Terol segue absoluto, conquistando o máximo de 75 pontos possíveis, seguido pelo alemão e Sandro Cortese (50), vindo a seguir Jonas Folger e Johann Zarco empatados com 42 pontos.

Já na Moto2, com um grid repleto com 37 pilotos, o pole Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) conseguiu bater Julián Simón (Mapfre Aspar) e assegurar a vitória no Grande Prêmio de Portugal depois de uma luta impressionante pela ponta nas últimas voltas. O italiano Andrea Iannone (Speed Master) que chegou em Estoril como líder do campeonato fez uma impressionante corrida de recuperação, passando na primeira curva na 17ª colocação e dando um show de ultrapassagens até chegar à primeira colocação. Mas, quando a posição já parecia consolidada ele permitiu que a moto escorregasse em uma curva de baixa velocidade indo ao solo; ainda conseguiu seguir na prova e terminar na 13ª colocação.

Emocionante mesmo foi a atuação do japonês Yuki Takahashi (Gresini Racing Moto2) que terminou a prova em terceiro e, chorando muito, subiu ao pódio com a foto de seu irmão mais novo e também piloto Koki Takahashi que faleceu nessa semana em um acidente de carro. Com o resultado Bradl reassumiu a liderança do campeonato com 61 pontos, deixando Iannone na segunda posição com 48 pontos no campeonato mundial de Moto2. Simone Corsi (Ioda Racing Project) é o terceiro no campeonato com 37 pontos, superando o suíco Thomas Luthi (Interwetten Paddock Moto2 Racing) que sofreu uma queda na prova e segue com 36 pontos.

CATEGORIA MOTO GP – GP DA ESPANHA

1- Dani Pedrosa,
Repsol Honda Team, 28 voltas

2-
Jorge Lorenzo, 
Yamaha Factory Racing,
+3.051

3- Casey Stoner, Repsol Honda, +7.658

4- Andrea Dovizioso, Repsol Honda, +16.530

5- Valentino Rossi, Ducati Team,
+16.555

6- Colin Edwards, Monster Yamaha Tech 3,
+32.575

7- Hiroshi Aoyama, San Carlo Honda Gresini,
+38.749

8- Cal Crutchlow, Monster Yamaha Tech 3,
+40.912

9- Nicky Hayden, Ducati Team,
+54.887

10- Randy De Puniet, Pramac Racing Team,
+59.697

CATEGORIA 125 CC – GP DA ESPANHA

1-
Nicolas Terol, Bankia Aspar Team 125cc,
 23 voltas

Continua após a publicidade

2-
Sandro Cortese, Intac-Racing Team Germany,
+3.671

3-
Johann Zarco, Avant-AirAsia-Ajo,
+4.466

4-
Maverick Viñales, Blusens Paris Hilton Racing, +4.468

5-
 Jonas Folger, Red Bull Ajo MotorSport,
+17.446

6-
 Efren Vazquez, Avant-AirAsia-Ajo,
+20.304

7-
Miguel Oliveira, Andalucia Banca Civica, +25.905

8-
Luis Salom, RW Racing GP, +46.316

9-
Adrian Martin, Bankia Aspar Team, +46.395

10-
 Simone Grotzkyj, Airasia-Sic-Ajo,
+49.447

CATEGORIA MOTO2 – GP DA ESPANHA

1-
 Stefan Bradl, Viessmann Kiefer Racing, 26 voltas

2-
 Julian Simon, Mapfre Aspar Team Moto2,
+0.147

3-
 Yuki Takahashi, Gresini Raing Moto2, +6.188

4-
 Dominique Aegerter, Technomag-CIP, +16.822

5-
 Simone Corsi, Ioda Racing Project,
+17.076

6-
 Pol Espargaro, HP Tuenti Speed Up, +25.956

7-
 Randy Krummenacher, GP Team Switzerland Kiefer Racing, +26.102

8-
 Aex Baldolini, NGM Forward Racing, +26.333

9-
 Mike Di Meglio, Tech 3 Racing, +26.636

10-
 Esteve Rabat, Blusens-STX, +29.077

Continua após a publicidade

Publicidade