Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Mercedes-AMG A 45 S terá motor 2.0 turbo equivalente a quatro VW Up! TSI

Com 421 cv de potência, o hatch esportivo promete chegar aos 100 km/h em até 3,9 segundos e fazer drift com tração integral

Por Gabriel Aguiar Atualizado em 4 jul 2019, 14h35 - Publicado em 4 jul 2019, 07h00
Nova geração do A 45 terá versão com 34 cv de potência a mais Divulgação/Mercedes-Benz

O Mercedes-Benz Classe A foi tão atualizado há um ano que alguns podem até considerar uma nova geração. E agora é a vez da versão toda-poderosa AMG ser revelada ao mundo.

E estreia aconteceu durante o tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, que acontece anualmente no Reino Unido. Mas os alemães já haviam antecipado alguns detalhes.

Para-choques são exclusivos da configuração esportiva Divulgação/Mercedes-Benz

Se o modelo anterior já despertava sonhos impróprios com 381 cv de potência, agora o hatch terá 387 cv. Achou pouco? Pois a inédita A 45 S terá absurdos 421 cv (!) e 51 mkgf.

De acordo com o fabricante, os motores são completamente novos – o que é pouco provável – enquanto o câmbio é o automático de dupla embreagem com oito marchas de antes.

Hatch terá sistema de tração integral com função de drift Divulgação/Mercedes-Benz

Para chegar a esses números, a Mercedes-AMG instalou um novo turbocompressor com duas volutas alimentadas separadamente e rolamentos inspirados no V8 4.0 do AMG GT 4.

Do cupê de quatro portas também veio o sistema de refrigeração tripla (água, ar e óleo). Com essas credenciais, o sistema de sobrealimentação pode trabalhar a 2,1 bar de pressão.

Escapamento tem válvula capaz de aumentar o ruído Divulgação/Mercedes-Benz

E não pense que os alemães pensaram apenas nos números: a exemplo do Ford Focus RS, que estreou o modo drift entre hot hatches de tração integral, o novo A 45 AMG poderá derrapar.

Continua após a publicidade

Para isso, a empresa desenvolveu um novo sistema de diferencial traseiro com dois conjuntos de embreagens multidiscos, um para cada roda. E basta um toque de botão para ativar.

Motor é o 2.0 turbo mais potente feito na atualidade Divulgação/Mercedes-Benz

Não se impressionou com a potência de quatro VW Up! TSI de 105 cv (na verdade, até mais)? É porque o Lancer Evolution FQ-440 MR, de 2014, ainda é o 2.0 turbo recordista: 440 cv.

De qualquer forma, os alemães prometem que a versão mais agressiva chegará aos 100 km/h em 3,9 segundos – contra 4 s da configuração de entrada. Já a máxima é de 270 km/h.

Painel segue as linhas do Classe A apresentado em 2018 Divulgação/Mercedes-Benz

Na verdade, a opção mais barata será limitada eletronicamente a “apenas” 250 km/h. Quer mais? E só escolher o opcional AMG Driver’s Package e andar tão rápido quando o S.

O banho de loja também inclui suspensão revisada (e ainda há opção do conjunto variável), seletor com até seis modos de condução e escapamento com válvula para ajustar ruído.

Bancos do tipo concha são exclusivos do AMG Divulgação/Mercedes-Benz

Para reconhecer a novidade no retrovisor, basta ver os para-choque mais agressivos e a grade no padrão Panamericana dos demais AMG. Também há rodas aro 19 e aerofólio traseiro.

CLA também ganhou versão esportiva da AMG Divulgação/Mercedes-Benz

Dentro há o mesmo conjunto de infoentretenimento MBUX do Classe A convencional, o que é ótimo. Porém, adaptado com novas identidades visuais para o quadro de instrumentos.

  • O cupê de quatro portas CLA também terá configurações 45 AMG – e 45 S AMG. As diferenças em relação ao hatch, ao menos na prova de aceleração, é de só 0,1 s, respectivamente.

    Modelo terá o mesmo conjunto mecânico das versões hatches Divulgação/Mercedes-Benz
    Continua após a publicidade
    Publicidade