Mais urbano, ASX Outdoor ganha câmbio CVT e tração 4×2

Além da tração nas quatro rodas e do câmbio manual, o modelo também deixou de lado o controle de estabilidade; parte de R$ 107.990

Mitsubishi ASX OutdoorVisualmente, o ASX Outdoor com câmbio CVT e tração 4×2 não muda

Visualmente, o ASX Outdoor com câmbio CVT e tração 4x2 não muda (/)

O Mitsubishi ASX ganhou uma nova configuração de maior apelo urbano para a versão Outdoor. Antes disponível apenas com câmbio manual e tração 4×4, o utilitário passou a ser oferecido também com transmissão CVT e tração 4×2 por R$ 107.990. 

Visualmente, a nova opção preserva todos os detalhes lameiros da versão Outdoor. Os para-choques têm a base em plástico na cor grafite, mesmo acabamento utilizado na grade dianteira, nos nichos dos faróis de neblina, nas barras do teto, nas maçanetas e nos retrovisores. As rodas (de 17 polegadas calçadas por pneus ATR 255/60) também são pintadas na tonalidade de cinza, enquanto faróis e lanternas ganham lentes escurecidas. A cor laranja da carroceria é exclusiva da versão.

Mitsubishi ASX OutdoorDe série, o modelo é equipado com piloto automático, ar-condicionado automático e central multimídia com DVD Player

De série, o modelo é equipado com piloto automático, ar-condicionado automático e central multimídia com DVD Player (/)

A lista de equipamentos, assim como na configuração topo de linha, é boa. De série, o ASX Outdoor é equipado com ar-condicionado automático, piloto automático, volante multifuncional com ajustes de altura e profundidade e central multimídia com conexão Bluetooth, entradas USB e auxiliar, streaming de áudio e reprodução de DVD. 

A mecânica é o principal destaque da nova opção do ASX Outdoor. Permanece o motor 2.0 16V a gasolina com 160 cv de potência a 6.000 rpm e 20,1 mkgf de torque máximo a 4.200 rpm, enquanto a transmissão passa a ser a automática CVT com seis marchas virtuais — com opção de trocas manuais por aletas atrás do volante. A maior vocação urbana em relação ao câmbio manual da versão mais cara se reforça com a adoção da tração 4×2, deixando de lado a 4×4, e com o abandono do controle de estabilidade e do assistente de partida em ladeiras.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s