Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Locadoras pagarão IPVA 75% menor em São Paulo

Nova lei estadual reduzirá para 1% o IPVA pago por locadoras em São Paulo; valor é quatro vezes menor que o de pessoas físicas

Por Eduardo Passos Atualizado em 29 dez 2021, 16h33 - Publicado em 29 dez 2021, 16h31

Mesmo com abundância de dificuldades na indústria automotiva, as locadoras vivem um bom momento. Com as maiores do Brasil registrando forte crescimento nos negócios, a tendência é que isso melhore ainda mais, já que o estado de São Paulo diminuirá em quatro vezes a alíquota do IPVA cobrado dessas empresas.

Mais barato que gasolina! Assine a Quatro Rodas a partir de R$ 6,90

É o que prevê a nova lei 17.473, de 16 dezembro de 2021, proposta pelo deputado estadual Carlão Pignatari, do PSDB-SP. Já em vigor, a nova regra baixou de 4% para 1% o IPVA pago pelas locadoras de veículo. Já a alíquota para a população geral se mantém em 4%. A base de cálculo considera o valor venal do automóvel, tendo como referência o valor do bem no mês de setembro do ano anterior.

movida
Loja da locadora Movida, com modelos usados à venda Movida/Divulgação
Continua após a publicidade

Compartilhe essa matéria via:

A medida gera contrastes. Ao mesmo tempo em que combustíveis e automóveis disparam e excedem, com folga, uma inflação já galopante, as locadoras vêm registrando crescimento vultuoso nos lucros. A Localiza, por exemplo, teve aumento de 106% nesse aspecto no 3º trimestre de 2021 em relação ao ano anterior. 

A empresa do bilionário Salim Mattar e suas concorrentes aproveitam um arranjo extremamente favorável, na qual compram carros com desconto, lucram com aluguéis e os revendem a (altos) preços de mercado. Também é comum que os veículos sejam emplacados em Minas Gerais, onde a alíquota do IPVA para locadoras também é de 1%.

Um levantamento realizado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento da gestão de João Dória (PSDB) constatou que a lei gerará um prejuízo quase bilionário ao estado nos próximos anos. Só em 2022, cerca de R$ 264 milhões deixarão de ser arrecadados em função da alíquota de 1% destinada às locadoras. Até 2024, esse montante totalizará R$ 835 milhões em renúncia de receita, estimou o estudo.

Não pode ir à banca comprar, mas não quer perder os conteúdos exclusivos da Quatro Rodas? Clique aqui e tenha o acesso digital.

capa
A edição 752 de QUATRO RODAS já está nas bancas! arte/Quatro Rodas
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

ou

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês