Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Latin NCAP diz que Hyundai escolheu cadeirinha sem Isofix

HB20 teve apenas uma estrela na proteção a crianças

Por Vitor Matsubara Atualizado em 9 nov 2016, 12h20 - Publicado em 28 mar 2013, 20h56
seguranca

Após a Hyundai afirmar que o uso de uma cadeirinha sem Isofix teria influenciado no resultado do crash-test feito com o HB20, o Latin NCAP decidiu se manifestar. Na avaliação, divulgada pela entidade recentemente, o hatchback recebeu apenas uma estrela na avaliação de proteção às crianças.

Em comunicado oficial, o órgão afirma que foi procurado pela marca no fim de 2012, e a própria Hyundai se propôs a patrocinar o teste. Neste caso, a montadora arca com os custos da aquisição do automóvel, embora não participe da compra do veículo – tal ação é de responsabilidade exclusiva do Latin NCAP.

Ainda segundo o órgão, os engenheiros da marca estiveram presentes no dia do crash test e teriam, inclusive, “escolhido qual sistema de retenção infantil seria utilizado, depois de semanas de discussão sobre o assunto”.

O Latin NCAP afirmou que, quando uma montadora oferece o patrocínio a um teste, já realizou diversos testes de impacto com o veículo. A instituição diz que ofereceu à Hyundai a possibilidade de apresentar os resultados do teste em outra ocasião, quando as cadeirinhas com Isofix já estivessem sendo vendidas e pudessem ser utilizadas no teste, mas a Hyundai teria optado pela realização do teste mesmo assim, “assumindo os riscos de obter um resultado negativo na segurança a crianças”.

A legislação brasileira exige o uso de cadeirinhas certificadas pelo Inmetro, cuja norma, por sua vez, não exige compatibilidade com Isofix. Isso gera o seguinte paradoxo: as cadeirinhas desenvolvidas para Isofix não podem ser certificadas pelo Inmetro e, se o usuário quiser usar uma cadeirinha desenvolvida especialmente para o sistema, só pode optar por um produto sem o selo do Inmetro.

O Inmetro, por sua vez, afirma que pretende revisar a regulamentação técnica desta norma, incluindo o sistema na avaliação das cadeirinhas em um prazo de aproximadamente um ano.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Continue lendo, sem pisar no freio. Assine a QR.

Impressa + Digital

Plano completo da QUATRO RODAS! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

Receba mensalmente a QUATRO RODAS impressa mais acesso imediato às edições digitais no App QUATRO RODAS, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

ou

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da QUATRO RODAS, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Comparativo entre os principais modelos do mercado.

Tudo sobre as novidades automobilísticas do Brasil e do exterior.

App QUATRO RODAS para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês